CONTEÚDO ANDA

Trinta e cinco golfinhos são assassinados em apenas algumas horas durante caça no Japão

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Dolphin Project
Dolphin Project

Doze barcos saíram à caça de golfinhos durante a caça anual realizada em Taiji, no Japão e, infelizmente, encontraram suas vítimas pouco mais de duas horas mais tarde.

Um grupo de 35 golfinhos fez tentativas desesperadas para escapar dos assassinos, porém, foram insuficientes. Eles não foram páreo para os caçadores, que repetidamente os aterrorizaram com varas e depois jogaram pesos de chumbo na água, criando uma parede acústica de horror para os golfinhos desavisados.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

Como  os ativistas do Dolphin Cove Project transmitiram ao vivo a caça, tornou-se claro que os mamíferos eram golfinhos-riscados, também chamados Stenella coeruleoalba (do latim, que significa “azul escuro” e “branco”), um nome que se refere às listras sobre seus corpos.

Dolphin Project
Dolphin Project

Estes seriam os primeiros assassinatos desta espécie durante a temporada 2016/17, quase na mesma época  da primeira matança de golfinhos-riscados da última temporada (que ocorreu em 30 de outubro de 2015).

A caça foi extremamente perturbadora. Quando os animais foram enredados, a barbaridade da prática veio à tona.

“Quando os golfinhos perceberam que estavam presos, começaram a entrar em pânico. Alguns se atiraram sobre as rochas afiadas, enquanto outros ficaram enredados nas redes. Eles se comunicavam uns com os outros em pânico absoluto. Foi terrível”, disse Daniela Moreno, monitora do Dolphin Cove Project.

Dolphin Project
Dolphin Project

Os caçadores começaram a amarrar os golfinhos vivos por seus rabos conforme  eles eram arrastados para serem mortos. Eles emitiam sons desesperados enquanto perdiam suas vidas e foram assassinados em grupos.

Como a água ficou vermelha devido ao  sangue dos animais assassinados, os golfinhos restantes foram forçados a nadar ali sabendo o que tinha acabado de ocorrer e que esse também seria seu destino.

Os golfinhos que foram capturados por redes foram sujeitos a um tratamento igualmente brutal, arrancados da água e atropelados vivos por esquifes, relatou o Dolphin Project.

A cena não poderia ser mais terrível. Em um ponto, depois que a maioria do dos golfinhos foi morta, um animal solitário foi visto nadando. Dois botes começaram a persegui-lo e, durante vários minutos, o golfinho lutou por sua vida em um mar de sangue. Porém, ele também foi assassinado. Três embarcações levavam os corpos dos golfinhos mortos, escondidos sob lonas, e eles foram levados para serem processados.

Nota da Redação: A caça é uma prática repugnante, desumana e extremamente vergonhosa. Embora essa matança tenha sido escondida sob lonas, a crueldade extrema da caça de golfinhos foi capturada pelas câmeras do Dolphin Project. Somente pessoas sem nenhuma compaixão e respeito pela vida conseguem ouvir os gritos desesperados dos animais lutando para sobreviver e ignorá-los como se eles não fossem seres vivos. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui