CONTEÚDO ANDA

Focas do Ártico são listadas como ameaçadas devido às mudanças climáticas

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Justin Sullivan
Justin Sullivan

Os EUA reverteram uma decisão de primeira instância em 2014 que questionava o alistamento de focas-barbudas do Ártico como espécies ameaçadas. Agora a espécie está listada como ameaçadas devido às atividades humanas e às mudanças climáticas.

Três juízes votaram pela proteção das focas contra companhias petrolíferas e extrações offshore do Alasca. Além dos possíveis derramamentos de petróleo que podem pôr em perigo o habitat de focas na área, foram citadas também as alterações climáticas.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

Por meio das Projeções do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas, seis modelos foram usados para explicar porque as focas precisam ser protegidas. Estima-se que, até 2050, o gelo pode ser reduzido em cerca de 40% durante o inverno e que as camadas de gelo durante o verão serão extremamente escassas em 20 anos.

“Não é preciso esperar até que o habitat de uma espécie seja destruído para determinar que essa perda pode facilitar sua extinção “, disse o juiz Richard A. Paez.

Segundo o Nature World News, ele também mencionou que a agência NOAA Fisheries precisa “considerar os melhores e mais confiáveis dados científicos e comerciais para fazer uma listagem”.

“Esta é uma grande vitória para as focas e mostra a importância vital da Lei de Espécies Ameaçadas na proteção de espécies prejudicadas pelas alterações climáticas. Esta decisão dará aos animais uma chance de lutar enquanto trabalhamos para reduzir as emissões de gases de efeito de estufa que derretem seu habitat”, escreveu em um artigo Kirsten Monsell, do Centro de Diversidade Biológica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui