Cão morre enforcado em corrente e tutora é detida em Araraquara (SP)


Uma mulher de 49 anos foi detida em Araraquara (SP) nesta quinta-feira (27) após um cachorro ser encontrado morto no quintal da casa dela, no Jardim Valle Verde. Acusada pelos vizinhos de maus-tratos, a mulher foi levada para a delegacia e, após assinar um termo circunstanciado, foi liberada. Segundo as informações do boletim de ocorrência, o animal, um vira-lata chamado Scoob, foi encontrado durante a manhã, enforcado pela corrente em que estava preso.
Fiscal do Meio Ambiente mostra foto do local onde cachorro foi encontrado (Foto: Amanda Rocha/Tribuna)

Uma mulher de 49 anos foi detida em Araraquara (SP) nesta quinta-feira (27) após um cachorro ser encontrado morto no quintal da casa dela, no Jardim Valle Verde. Acusada pelos vizinhos de maus-tratos, a mulher foi levada para a delegacia e, após assinar um termo circunstanciado, foi liberada.

Segundo as informações do boletim de ocorrência, o animal, um vira-lata chamado Scoob, foi encontrado durante a manhã, enforcado pela corrente em que estava preso.

A mulher relatou à polícia que cuidava de Scoob e uma cadela chamada Nega e que ambos ficavam soltos. Como a casa dela não tem muro, os animais escapavam para a rua.

Morto no quintal
Devido às reclamações dos vizinhos, na tarde de quarta-feira (26) ele decidiu prender os dois cães antes de sair para o trabalho. A mulher disse ainda que, quando chegou à noite, viu que Nega havia escapado, mas que não foi ver Scoob, acreditando que ele estivesse dormindo.

Na manhã desta quinta-feira, a mulher foi surpreendida com a presença da PM, agentes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e da Comissão de Defesa Animal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Eles informaram que o cão estava morto no fundo do quintal.

Ao verificar, a tutora encontrou Scoob sem vida. De acordo com o B.O., a mulher relatou que o cão, talvez para tentar escapar, deu várias voltas e torceu a corrente. A tutora disse ainda que sempre cuidou bem dos cães e que nunca deixou faltar água e comida para eles. A cadela Nega foi recolhida pela prefeitura.

Fonte: G1


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AGRESSÃO BRUTAL

INSTINTO

VIDA NA RUA

RESPEITO E AFETO

FINAL FELIZ

TRISTEZA

PUNIÇÃO

MAUS-TRATOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>