Vazamento de 200 mil litros de óleo ameaça espécies marinhas no Canadá


Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

CBC
CBC

Há dez dias, ocorreu um vazamento de óleo diesel nas águas de Heiltsuk First Nation, em British Columbia (Canadá).

Após o vazamento, imagens de mergulho subaquático revelaram animais selvagens, incluindo haliotes, no meio da área atingida. Agora, esforços têm sido feitos pela Heiltsuk para ajudar a recuperar esta e outras espécies protegidas. Mergulhadores também descobriram peixes arenques em torno do rebocador submerso Nathan E. Stewart.

Equipes de salvamento recuperaram mais de 40% dos 200 mil litros de combustível derramados, mas o estrago já havia sido feito.

Mike Reid, do Heiltsuk Aquatics, disse que há uma preocupação com a vida marinha especialmente em Gale Passage. Esta é uma região extremamente sensível de resgate ecológico e marinho, onde existe uma área fundamental de desova de arenques, segundo o World Animal News.

“Na primeira semana do vazamento, tivemos as maiores marés do mês. Mesmo sem o mau tempo, a velocidade das marés carrega o diesel para lá”, explicou.

De acordo com a Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA), o diesel é um dos tipos mais tóxicos do óleo para espécies marinhas.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CONSCIENTIZAÇÃO

SOLIDARIEDADE

NOVOS LARES

RIO CLARO (SP)

EXTINÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>