Grupo usa imagens para mudar a percepção sobre cães abandonados


Por Rael Moraes / Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Foto: Mongrels of India/Instagram
Foto: Mongrels of India/Instagram

Em lugares como a Índia, onde existem mais cães em situação de abandono do que em lares seguros e amorosos, atitudes compassivas e solidárias são necessárias e muitas vezes urgentes.

Existem pessoas que percebem que animais que passaram por circunstâncias infelizes e adversas merecem e precisam de amor e respeito, como qualquer criatura. Essas pessoas se tornam cruciais para a sobrevivência de grande parte desses animais desabrigados e desatendidos no país. Infelizmente, também existe um outro grupo de pessoas que consideram animais em situação de abandono como “pragas” e os maltratam, trazendo à tona um revide agressivo por parte desses cães, que são condenados à morte ou a uma vida isolada com outros cães também taxados de agressivos e perigosos.

Cães abandonados considerados violentos na Índia são definitivamente um problema, principalmente por que, segundo a Aliança Global de Controle de Raiva, 35% das mortes no mundo por raiva acontecem na Índia. Contudo, nem todos os cães abandonados da Índia atacam pessoas. Na verdade, muitos deles são dóceis, gentis e amáveis. No esforço de destacar as personalidades únicas dos cães em situação de rua no país, e provar que nem todos são agressivos, um novo grupo do Facebook e do Instagram foi criado com o nome de “Mongrels of India”.

Foto: Mongrels of India/Instagram
Foto: Mongrels of India/Instagram

O grupo foi inspirado pelo projeto extremamente popular “Humans of New York”, e decidiu formatar os posts de maneira similar, publicando uma foto comovente e uma descrição que traz um vislumbre sobre a vida do indivíduo da foto.

A coleção de fotos é um mix de imagens capturadas nas ruas pela fundadora do projeto, Arpita Rao, assim como fotos submetidas por outras pessoas, especialmente aquelas que adotaram cães abandonados.

Foto: Mongrels of India/Instagram
Foto: Mongrels of India/Instagram

Essa foto recentemente compartilhada descreve como estes dois cãezinhos são grudados, lambendo as feridas e confortando um ao outro. É quase impossível olhar as fotos e não sorrir.

Foto: Mongrels of India/Instagram
Foto: Mongrels of India/Instagram

Esta usuária submeteu uma foto que mostra um momento de ternura na praia. Fica claro que animais abandonados são realmente carentes de carinho.

Foto: Mongrels of India/Instagram
Foto: Mongrels of India/Instagram

Chegar perto dessas criaturas e ver a evidente angústia nos seus olhos é uma experiência forte e marcante.

Foto: Mongrels of India/Instagram
Foto: Mongrels of India/Instagram

Por outro lado, ver a natureza brincalhona desses cachorros demonstrando o quão similar eles são com qualquer cão.

Foto: Mongrels of India/Instagram
Foto: Mongrels of India/Instagram

Afinal, existe algo que os filhotes gostam mais do que brincar no sol? Provavelmente nada.

Foto: Mongrels of India/Instagram
Foto: Mongrels of India/Instagram

As pessoas enviam fotos até mesmo mostrando o quão fácil é resgatar um destes animais. “Se você não pode mantê-los, pelo menos dê a chance para serem salvos,” diz a legenda.

Foto: Mongrels of India/Instagram
Foto: Mongrels of India/Instagram

Esse grupo mostra como somente um toque, um abraço e um beijo podem fazer uma diferença enorme para o bem estar destes animais. Um compaixão pequena percorre um longo caminho.

Foto: Mongrels of India/Instagram
Foto: Mongrels of India/Instagram

A comunidade começou a publicar fotos no dia 20 de setembro, mas já conta com mais de 700 seguidores no Facebook. Fica claro que as pessoas não querem ouvir somente histórias assustadoras sobre cães abandonados, mas também histórias inspiradoras. “Sim, alguns cachorros podem ser perigosos, mas isso é por que eles são jogados em ambientes hostis e tratados agressivamente,” diz Rao ao One Green Planet. “Meu objetivo é educar e inspirar (as pessoas). Mostrar a eles as milhões de formas em que os cães abandonados podem ser fonte de felicidade e amor.”


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MAUS-TRATOS

DEBILITADO

DECISÃO JUDICIAL

INSPIRAÇÃO

DENÚNCIA

MUDANÇAS CLIMÁTICAS

RETROCESSO

RESPONSABILIDADE

SOLIDARIEDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>