CONTEÚDO ANDA

Califórnia aprova lei que proíbe cativeiro e reprodução de orcas

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Foto: Don Bartletti
Foto: Don Bartletti

O governador da Califórnia Jerry Brown assinou uma lei  que proíbe a criação e reprodução de orcas em programas de cativeiro como aquele anteriormente executado pelo parque SeaWorld.

Além disso, os parques do estado norte-americano também não poderão explorar as orcas em performances para fins de entretenimento. A lei estabelece que, a partir de junho de 2017, as orcas em cativeiro “somente” serão usadas em “apresentações educacionais”.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

A lei, de autoria do deputado Richard Bloom, não será aplicada a instituições científicas e educacionais que exploram orcas sob o pretexto investigativo ou de reabilitação, informou o Los Angeles Times.

O SeaWorld de San Diego foi destacado no documentário “Blackfish” que expôs as condições miseráveis das orcas confinadas. Em março deste ano, o parque anunciou que iria encerrar seu programa de reprodução dos mamíferos e não mais usá-los em performances.

Nota da Redação: As orcas mantidas em cativeiro e exploradas para entretenimento, pesquisa ou qualquer outro motivo são obrigadas a suportar um sofrimento extremo. Na natureza, estes animais podem nadar livremente  ao lado de suas famílias, porém, o confinamento os deixa  fisicamente e psicologicamente doentes. Esta lei é insuficiente e deveria proibir a reprodução, o confinamento e a exploração de orcas em todos os estabelecimentos. Apenas desta maneira, estes animais irão desfrutar de suas vidas da forma que merecem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui