Conheça 5 fatos que mudarão sua percepção sobre baratas


Divulgação
Divulgação

Baratas têm má reputação. Estes insetos incompreendidos são tradicionalmente associados com sujeira, doenças e imundície. Mas depois de ler estes cinco fatos pouco conhecidos sobre as baratas, você vai ver que não somos tão diferentes destes insetos, no fim das contas. Estamos todos ligados – e até mesmo dependentes uns dos outros!

1. As baratas não são “pragas”

Na verdade, muito poucas espécies de baratas coexistem em espaços humanos. Das cerca de 4.000 espécies de baratas no planeta, apenas cerca de 30 delas são consideradas “pragas” pelos humanos.

A maioria das espécies de baratas ocupam habitats de nicho que estão localizados em florestas, cavernas, tocas ou vegetação. Por essa razão, nós normalmente não entramos em contato com elas. Existem milhares de espécies de baratas que são desconhecidas para a maioria das pessoas.

2. Elas gostam de ser tocadas

As baratas são trigmotropicas, o que significa que elas gostam de sentir contato contínuo contra seus corpos, de preferência em todos os lados. Elas procuram rachaduras e fendas que irão oferecer-lhes o conforto de um ajuste apertado – tão apertado, que a pequena barata alemã pode caber em uma rachadura tão fina quanto uma pequena moeda.

Baratas fêmeas grávidas podem se espremer em uma fenda tão fina quanto duas moedas empilhadas e se sentir bem com isto.

3. São boas mães

Uma barata mãe vai incubar seus ovos em sacos de proteção ou cápsulas chamadas ootecas . Algumas mães baratas irão manter a ooteca ligada a seus corpos, levando-a com elas até que os ovos estejam prontos para eclodir. Em outros casos, a fêmea vai soltar o ootheca ou afixá-la a um substrato para que fique protegida.

4. Baratas tem desejos também

Essas pequenas criaturas não apenas consomem alimentos, elas os apreciam também. Dois Professores Universitários de Tohoku,no Japão, descobriram que as baratas poderiam ser condicionadas da mesma maneira infame que o fisiologista Ivan Pavlov fazia com cães. Os professores introduziam o aroma de baunilha ou de hortelã pouco antes de dar as baratas uma guloseima açucarada. Eles descobriram que a recompensa fazia as baratas babarem. Mais tarde, quando as antenas das baratas detectavam um dos dois aromas no ar, elas salivavam.

5. São ambientalistas

O desaparecimento das baratas iria perturbar algo chamado ciclo do nitrogênio, que é, sem dúvida, essencial para todos nós. Como a maioria das baratas se alimenta de matéria orgânica em decomposição, elas ajudam a reter muito nitrogênio. Após se alimentar, a barata libera nitrogênio em suas fezes que depois fica depositado no solo e, por sua vez, é reutilizado pelas plantas. Consequentemente, a extinção de baratas teria um enorme impacto sobre a saúde das florestas.

Estes fatos surpreendentes sobre as baratas não são apenas informativos e divertidos, eles também são de abrir nossos olhos. Todos os seres vivos, pequenos ou grandes, estão tentando sobreviver e encontrar os prazeres da vida. E todos nós fazemos parte e contribuímos de alguma forma neste gigante ecossistema.

* Com informações do site Care2

Fonte: Veggi & Tal


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

RIO DE JANEIRO

ALTERNATIVA VEGANA

GENEROSIDADE

REABILITAÇÃO

EMPATIA

RECEPÇÃO

FINAL FELIZ

SEM FERIMENTOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>