Promotoria discute com a sociedade enfrentamento a maus-tratos de animais domésticos


Divulgação
Divulgação

A situação dos animais vítimas de maus-tratos e abandono no Distrito Federal foi tema de encontro promovido pela Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente (Prodema), na última terça-feira, 13 de setembro. O evento teve como objetivo traçar as principais diretrizes para a defesa dos animais domésticos de pequeno e grande porte.

Durante a reunião, representantes Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT) e do Comitê Interinstitucional da Política Distrital para os Animais (CIPDA), além de outros órgãos que lidam com o tema, expuseram as principais dificuldades enfrentadas no atendimento, tratamento e destinação dos animais domésticos encontrados em situação de maus-tratos e abandono.

Para a promotora de Justiça Luciana Bertini, “a intenção do MPDFT é construir um consenso entre os órgãos públicos, entidades sociais e voluntários quanto às medidas prioritárias para o enfrentamento dessa problemática, reconhecendo as iniciativas positivas já existentes e definindo as providências mais urgentes a serem adotadas”, ressaltou.

Luciana Bertini destaca ainda a necessidade de ampliar esse debate a outros órgãos. “Faremos novos convites para os próximos encontros e aguardamos a manifestação de interessados em contribuir para o incremento dessa discussão. Pretendemos buscar soluções para casos graves que ocorreram recentemente e traçar um passo a passo para o devido encaminhamento”.

Participaram do evento representantes da Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Rural (Seagri); da Universidade de Brasília (UnB); da Secretaria de Meio Ambiente (Sema); da Fundação Jardim Zoológico de Brasília; da Associação Protetora dos Animais do DF (ProAnima); da Delegacia do Meio Ambiente (Dema); do Instituto Brasília Ambiental (Ibram) e da Comissão de Defesa dos Animais da OAB-DF.

Fonte: Fato Online


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DESUMANIDADE

AGRESSÃO BRUTAL

INDÚSTRIA CRUEL

ECONOMIA

AMEAÇA DE EXTINÇÃO

ACIDENTE

CRUELDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>