Estrela de campanha, cão não se mudará com Dilma por saúde frágil


Dilma Rousseff caminha com o cão Nego por Brasília, em 2010
Dilma Rousseff caminha com o cão Nego por Brasília, em 2010

Estrela da campanha presidencial de 2010, Nego trocará de dono mais uma vez. O labrador ficará em Brasília e não acompanhará a ex-presidente Dilma Rousseff em seu retorno a Porto Alegre, programado para esta terça-feira (6).

A petista que herdou o animal em 2005, após ele ter sido deixado na residência oficial da Casa Civil pelo ex-ministro José Dirceu, até queria levá-lo para a capital gaúcha.

Ela foi recomendada por um veterinário, contudo, a não submetê-lo a uma longa viagem. Com 14 anos, considerada uma idade avançada, Nego está com a saúde frágil e tem dificuldades para caminhar e se alimentar.

A petista, contudo, não quer fazer como Dirceu e deixá-lo para seu sucessor. A solução encontrada foi entregá-lo a um dos assessores da ex-presidente que permanecerá em Brasília e demonstrou a intenção de cuidar do animal.

Nego estrelou a primeira propaganda eleitoral de Dilma na campanha presidencial de 2010. No programa televisivo, a petista jogava uma vareta para Nego na beira de um lago.

Para a capital gaúcha, a petista levará seu outro animal doméstico, a cadela dachshund Fafá. Ela foi encontrada por Dilma na rua em uma de suas caminhadas matinais e acabou também sendo adotada.

Fonte: Folha de SP


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DESUMANIDADE

AGRESSÃO BRUTAL

INDÚSTRIA CRUEL

ECONOMIA

AMEAÇA DE EXTINÇÃO

ACIDENTE

CRUELDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>