Empresa que cria beagles torturados em testes é alvo de protestos


Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Reprodução/BBC
Reprodução/BBC

Pela segunda vez em apenas um mês, ocorreram pichações de protesto contra uma empresa em Grimston (Inglaterra), que cria beagles posteriormente torturados em testes.

A palavra “inferno” foi pintada na placa de Grimston e “assassinato” e “campo da morte” foram escritas nas estradas da região.
Em 2015, a B & K Universal recebeu aprovação do governo para construir uma nova unidade no município. Segundo policiais, as placas da B & K foram pichadas pela primeira vez no dia 09 de agosto.

Reprodução/BBC
Reprodução/BBC

Os oficiais também foram chamados após relatos de pichações em prédios, estradas e em placas de sinais de trânsito.

Um porta-voz da B & K Universal declarou: “Nós compartilhamos a aversão e repugnância dos residentes dos moradores por estes ataques covardes na nossa comunidade e os danos causados à propriedade privada aqui”.

No início deste ano, a organização de direitos animais Cruelty Free International (CFI) perdeu uma ação judicial contra a aprovação do governo para que a empresa se estabelecesse na área.

A CFI recorreu desta decisão no Supremo Tribunal alegando violações na legislação da União Europeia e que os cães não teriam acesso a áreas externas, informou a BBC. Em uma resposta absurda, a B & K Universal argumentou que acesso ao exterior iria expor os cães a infecções.

Nota da Redação: As pichações realizadas na B & K foram feitas por pessoas sensíveis que defendem os direitos animais. Embora a B & K diga que as ações de protesto são covardes, a verdadeira covardia reside na contínua tortura de beagles em testes de pesquisa. Esta sim é uma prática que causa aversão e que deveria ser definitivamente proibida. Estes maus-tratos são completamente injustificáveis em um mundo no qual já há várias alternativas a estes testes cruéis.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PUNIÇÃO

MAUS-TRATOS

SEGUNDA CHANCE

CENSURA

DESPERTAR

PROTEÇÃO

HOLOCAUSTO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>