Nova tecnologia pode salvar centenas de cães


Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Reprodução / PETA
Reprodução / PETA

Quando o nível de mercúrio em um carro estacionado no sol sobe demais, ele se torna uma armadilha mortal. Animais e crianças são os mais vulneráveis, e um pequeno erro pode custar vidas. Nos EUA, só nesse último verão, pelo menos 26 crianças e 40 animais morreram após serem esquecidos dentro de veículos fechados. Os dois últimos casos foram os de duas bebês gêmeas que morreram na Georgia e dois cães que morreram em Nebraska, em um carro fechado sob um calor de 30 graus.

Uma nova tecnologia criada pela General Motoros pode transformar todas essas mortes trágicas em coisa do passado. É um alarme que soa um lembrete para o motorista sobre o banco de trás, avisando quando qualquer pessoa, criança ou até mesmo compras, são deixados no veículo, acionando efeitos sonoros depois que o motor é desligado. Essa tecnologia – que por enquanto só está disponível para o modelo SUV 2017 GMC Acadia – é tão inovadora e potencial salvadora de vidas que a PETA entregou o prêmio de Inovador para Animais para a General Motors.

Reprodução / PETA
Reprodução / PETA

Carros estacionados podem se tornar letais, até mesmo em dias de sol moderado. Em um calor de 26 graus, a temperatura dentro de um carro pode subir até 48 graus em questão de minutos, e em um dia onde a temperatura é de 32 graus, o interior do carro pode chegar a 71 graus em menos de 10 minutos. Cães são especialmente vulneráveis a isso pois eles só conseguem resfriar o corpo ofegando e suando pelas patas, o que em excesso pode causar dano cerebral ou morte.

Se você encontrar um cão preso dentro de um carro quente, contate a polícia imediatamente. Enquanto espera por eles, anote o modelo e o número da placa do veículo. Depois, vá para dentro do estabelecimento e peça para o gerente acionar o dono do veículo. Fique próximo ao carro até a polícia chegar. Se o animal mostrar qualquer sintoma de insolação – incluindo inquietude, respiração ofegante, vômitos, letargia ou falta de coordenação – é uma situação de emergência. Alguns estados nos EUA permitem que “bons samaritanos” quebrem as janelas dos veículos para libertar animais em perigo, mas é melhor deixar que a polícia faça isso.

Leve um cão que está sofrendo de insolação até a sombra imediatamente. Você pode diminuir a temperatura corporal do animal dando-lhe água, aplicando compressas geladas na cabeça e torso, ou mergulhando o animal em água não muito gelada. O cão precisa ser levado a um veterinário assim que possível.

Acesse o site da PETA para mais informações sobre a segurança dos animais em épocas de calor.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AGRESSÃO BRUTAL

INSTINTO

VIDA NA RUA

RESPEITO E AFETO

FINAL FELIZ

TRISTEZA

PUNIÇÃO

MAUS-TRATOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>