Ativistas pedem mais áreas de lazer para cães no Recife (PE)


Divulgação
Divulgação

Uma mobilização por mais espaços de lazer para cães. É com esse propósito que dezenas de ativistas prometem se reunir, na tarde deste domingo (4), no Parque Dona Lindu, na Zona Sul do Recife. O pedido é para que o local, um dos mais movimentados da Cidade nos fins de semana, passe a contar com um espaço de convivência para os animais, semelhante ao lançado no Parque Santana. Desde julho, a unidade da Zona Norte conta com um ParCão, uma área com 550 metros quadrados com brinquedos para os animais.

No Dona Lindu, uma área ociosa, perto da avenida Visconde de Jequitinhonha, já está até nos planos de quem idealiza um ParCão no local. Segundo Cidinha Gouveia, integrante da ONG Julietas S.O.S. Animal, um projeto nesse sentido foi entregue à Prefeitura há cerca de um mês e teria gerado interesse. “Esse tipo de iniciativa é bastante popular em algumas cidades do País. Queremos esse espaço porque é importante para animais e humanos. Temos pouquíssimos locais assim e muitos animais não podem socializar com outros.

“Precisamos criar essa cultura de respeito aos animais”, diz Cidinha, acrescentando: “No Brasil, temos mais ca¬¬¬chorros que crianças de até 14 anos, mas o número de espaços dedicados aos animais é muito inferior.”

No Parque Santana, o ParCão vem fazendo sucesso. O local é cercado por uma grade de 1,5 metro e conta com uma rampa, dois túneis e equipamentos para salto. Cães de qualquer raça e porte podem se aventurar nos equipamentos, mas há regras. O lugar é para lazer, não adestramento. Cadelas no cio também não podem entrar lá. Cachorros maiores têm de estar com focinheira, como em qualquer parte da Cidade. O funcionamento é diário, das 5h às 23h, no mesmo período em que o parque fica aberto.

A iniciativa é da Secretaria Municipal de Turismo e Lazer, que já anunciou planos para repeti-la no Parque da Macaxeira e avalia a possibilidade de levar a experiência para outras áreas da região.

Fonte: Folhape


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

RÚSSIA

FINAL FELIZ

CRUELDADE

CRISE ECONÔMICA

SINERGIA

MAUS-TRATOS

MAUS-TRATOS

PROTEÇÃO ANIMAL


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>