Tutor vibra após resgate de cão em pedreira: ‘Quase me matou de susto’


03
Foto: Reprodução G1

Depois do susto, o alívio. Em casa, são e salvo, só que agora bem vigiado. Quem vê o Tufão tranquilo e descansando, nem imagina o que aconteceu. Nos últimos dois dias, o dálmata deixou o tutor José Carlos preocupado, depois que pulou um muro. “O sofá estava encostado na na parede. Ele subiu em cima do sofá, botou a pata em cima da parede. Daí ele se desequilibrou, veio a cair no chão”, disse.

Na terça-feira (30), o cão foi parar em uma pedreira, de onde não conseguia sair. Como é muito alta, a escada usada pelo Corpo de Bombeiros não foi suficiente, e uma equipe do Rio foi chamada. Em uma ação rápida, o cachorro foi resgatado de helicóptero. Só que até o final feliz, foram mais de 24 horas de espera e a história inusitada virou comentário no bairro Retiro. “A história do cachorro é bem interessante”, disse um senhor. “Fiquei sabendo, vi o helicóptero passando aqui”, disse uma senhora.

Como o Tufão ficou muito tempo na pedreira, depois do resgate ele foi levado para uma clínica veterinária, onde passou por exames que mostraram que ele está pronto para outra. “Por enquanto, mais nenhuma aventura. Ele nem pode mais inventar o que ele inventou. Ele não está maluco mais, quase me matou de susto”, brincou José Carlos.

Divulgação
Foto: Reprodução G1
Divulgação
Foto: Reprodução G1

Fonte: G1


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CALIFÓRNIA

ANGÚSTIA

COMPANHIA

VIOLÊNCIA INJUSTIFICADA

ASSASSINATO BRUTAL

EXEMPLO

AGROPECUÁRIA

POVOS ORIGINÁRIOS

FINAL FELIZ


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>