Fotógrafo denuncia impactos da indústria de óleo de palma em orangotangos


Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Reprodução/Paul Hilton Photo,Instagram
Reprodução/Paul Hilton Photo,Instagram

Paul Hilton é um fotojornalista especializado em conservação e se dedica principalmente a denunciar o comércio de mantas e barbatanas de tubarão, óleo de palma e crimes contra animais silvestres.

Com seu foco na indústria do óleo de palma, não é nenhuma surpresa que Hilton tenha passado boa parte de seu tempo documentando o sofrimento dos orangotangos. Estes seres fascinantes, inteligentes e expressivos podem ser  extintos por causa desta indústria.

O óleo de palma é uma mercadoria popular encontrada em cerca de 50% dos produtos de consumo. Nas ilhas de Bornéu e Sumatra (na Indonésia) habitats nativos para os orangotangos, cerca de 300 campos de futebol de florestas são cortados a cada hora para dar lugar a plantações de palma. Devido a este desmatamento, os orangotangos que vivem nessas regiões perdem suas vidas.

Só na última década, 20 mil orangotangos foram mortos por esta indústria. Hilton passou as últimas semanas no ecossistema de Leuser, considerado um dos ecossistemas de maior biodiversidade já documentados, e também alertou sobre os riscos que os animais correm em seu Instagram.

“É o último lugar na Terra onde tigres, rinocerontes, orangotangos e elefantes ainda correm soltos, mas por quanto tempo?”, questionou ele. Como um fotógrafo que trabalha tão próximo aos animais cujas casas tornaram-se nada além de escombros, ele sabe que, sem ajuda, as espécies logo serão extintas.

Hilton usa suas fotografias como instrumentos para lembrar as pessoas que, embora possa parecer improvável que nossas ações prejudiquem tantos animais em todo o mundo, basta apenas olhar para os rostos traumatizados de orangotangos e para as florestas dizimadas de Sumatra e Bornéu, e perceber esta realidade cruel.

Assim como nossas escolhas alimentares afetam o planeta, outros hábitos de consumo fazem o mesmo. Por isso, para ajudar os orangotangos, é fundamental eliminar o máximo de óleo de palma de nossas vidas.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CRIME AMBIENTAL

ABERRAÇÃO LEGISLATIVA

EXEMPLO

CICLOVIA RIO PINHEIROS

ESTRESSE

RESILIÊNCIA

BRECHAS LEGAIS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>