Obama cria maior reserva marinha do mundo


Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Foto: Richard Pyle/Bishop Museum/Noaa/AP
Foto: Richard Pyle/Bishop Museum

Barack Obama criou a maior área de proteção marinha do mundo ao expandir uma reserva marítima localizada na costa do Havaí, o que marca mais uma conquista no legado de conservação do presidente dos Estados Unidos.

A iniciativa quadruplica o tamanho do Monumento Nacional Marinho Papahanaumokuakea, que foi originalmente designado por George W Bush em 2006 e foi declarado Patrimônio Mundial da Humanidade em 2010.

O monumento, que agora representa o dobro do tamanho do Texas, estende-se para fora das ilhas havaianas do noroeste. A área protegida é agora maior do que a maior reserva marinha anterior situada em torno das Ilhas Pitcairn e anunciada pelo Reino Unido no ano passado.

Ambientalistas já pediam por uma expansão do monumento após uma pesquisa recente descobrir novas espécies na área e acarretar preocupações com o ecossistema devido ao impacto da acidificação dos oceanos e do declínio de corais impulsionado pelas mudanças climáticas.

A Casa Branca disse que a decisão irá fornecer “proteções críticas” para mais de sete mil espécies marinhas, um quarto delas não encontradas em nenhum outro lugar do planeta Terra. A área é habitada por baleias, tartarugas marinhas, atum albacora e atum patudo.

“Esta é uma das ações mais importantes de um presidente norte-americano para a saúde dos oceanos”, disse Brian Schatz, um senador democrata do Havaí.

“A expansão de Papahanaumokuakea irá repor as populações de animais, promover a biodiversidade, combater as alterações climáticas e dar mais voz aos nativos havaianos na gestão deste recurso”, completou.

A expansão da reserva tem sido debatida há algum tempo e deve ser anunciada no Congresso Mundial de Conservação, que ocorre nesta semana no Havaí, segundo o The Guardian.

O Monumento Papahanaumokuakea abriga uma série de tesouros, incluindo focas havaianas ameaçadas, aves marinhas e o pato Laysan, que é mais ameaçado do mundo de sua espécie. A região inclui seis grandes vulcões submarinos, um de quase 14 mil pés de altura.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AGRESSÃO BRUTAL

INSTINTO

VIDA NA RUA

RESPEITO E AFETO

FINAL FELIZ

TRISTEZA

PUNIÇÃO

MAUS-TRATOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>