Jacaré mais velho do mundo mantido em cativeiro é explorado por zoo há 80 anos


Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Reprodução/Darko Vojinovic, AP
Reprodução/Darko Vojinovic, AP

O Zoológico de Belgrado, na Sérvia, explora um jacaré idoso que infelizmente é o animal mais velho do local. Pior ainda: o zoológico afirma orgulhosamente que o animal é o mais velho jacaré americano do mundo em cativeiro.

O jacaré se chama Muja e tem pelo menos 80 anos, segundo o Daily Mail. Muja vivia na Alemanha e foi transportado já adulto para a Sérvia em 1937, um ano após o zoológico aberto.

Muja tem sido uma testemunha silenciosa da história turbulenta da capital da Sérvia e sobreviveu a uma guerra mundial, a três bombardeios em Belgrado e a crise dos Balcãs nos anos 90.

Segundo o zoo, o jacaré é o único sobrevivente desse período.

“Todos nós apreciamos muito Muja e sua idade”, diz uma inscrição fora da lagoa em que vive Muja que pede aos visitantes do zoológico para fazerem o mesmo.

É claro que se o zoológico realmente estimasse o jacaré e se preocupasse com seu bem-estar, o animal idoso não estaria em cativeiro embora seu cuidador, Aleksandar Rakocevic, alegue que a saúde do jacaré é excelente.

A imobilidade de Muja é tão extrema que muitos visitantes do zoológico perguntam se ele está vivo.

Em 2012, o jacaré desenvolveu gangrena na pata dianteira direita que teve que ser amputada por cirurgiões da clínica ortopédica de Belgrado.

Porém, infelizmente, a sua vida de exploração em nome do entretenimento continua.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

VIDAS PERDIDAS

DEDICAÇÃO

SOFRIMENTO EMOCIONAL

DOÇURA

AÇÃO HUMANA

JAPÃO

FINAL FELIZ

POLUIÇÃO SONORA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>