Ex-prisioneiro compra caranguejos para libertá-los no oceano


Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Reprodução/TheDodo
Reprodução/TheDodo

O jornalista iraniano Ahmad Batebi passou quase dois anos em confinamento solitário quando tinha pouco mais de 20 anos, depois de ter sido preso por protestar contra a ditadura do país.

Atualmente, ele vive na Califórnia, mas ainda se lembra da fazenda que sua família teve no Irã, segundo o The Dodo.

“Os animais eram tão preciosos para eles. Eles chamavam os cães, gatos, galinhas, vacas e as ovelhas por seus nomes”, conta ele.

Reprodução/TheDodo
Reprodução/TheDodo

Agora Batebi quer que seu filho compreenda como é importante respeitar a liberdade dos animais e por, isso, todos os meses ambos vão ao supermercado comprar caranguejos vivos dos tanques para, mais tarde, soltá-los no oceano.

Depois de suas experiências como um prisioneiro, Batebi diz que experimenta a liberdade diferentemente de outras pessoas.

Por isso, ele e seu filho honram e celebram o momento em que os caranguejos são libertados e voltam para o mar, demonstrando a compaixão a todas as espécies.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AMOR

EMPATIA

AMOR

CRUELDADE

CHINA

FINAL FELIZ

POLUIÇÃO

COMPAIXÃO

VIOLÊNCIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>