Desumana

Idosa espanca cachorro com pedaço de pau no Espírito Santo

04
Divulgação

Uma idosa de 70 anos espancou um cachorro no meio da rua e foi filmada por vizinhos. A agressão aconteceu no bairro Boa Vista, em Cachoeiro de Itapemirim (ES), nesta quinta-feira (28).

O cachorro machucado foi encaminhado para o Centro de Zoonoses (CCZ) da cidade. A agressora foi levada para a Delegacia de Polícia Judiciária (DPJ) de Cachoeiro, assinou um termo circunstanciado e foi liberada.

A agressão aconteceu depois que uma vizinha da idosa reclamou que o cachorro mordeu o filho dela e que deveria ficar preso. A idosa bateu na cabeça do cachorro com um pau, até o animal sangrar. Um vizinho filmou toda a cena e publicou em uma rede social. O vídeo teve centenas de compartilhamentos.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO
03
Divulgação

Polícia
Em nota, a Polícia Militar informou que os militares foram ao local e acionaram o Centro de Controle de Zoonoses, que recolheu o animal. A mulher, ao ser levada para o DPJ, fez gestos obscenos para os moradores que a hostilizavam.

CCZ
A prefeitura, que administra o Centro de Controle de Zoonoses, disse que o animal sobreviveu, mas a situação é grave. O cachorro chegou, por volta das 13h, na unidade e foi tratado por veterinários. O animal teve ferimentos fortes em uma das patas e, principalmente, na cabeça. A informação é de que já há pessoas interessadas em adotar o cachorro após a recuperação.

Crime
Os casos de violência animal são comuns, segundo o advogado e presidente da ONG Patas de Rua, Fernando Guio. “Não como este, mais grave, mas os casos de maus-tratos são denunciados.

“O que nos frustra é que, mesmo dentro da lei, os animais são tratados como objetos e os agressores sofrem os mínimas sanções. Na maioria das vezes, eles ficam em liberdade ou pagam penas alternativas”, afirma.

De acordo com o Código Penal, maus tratos contra animais são hoje disciplinados pela Lei 9.605/98, em seu artigo 32, com detenção de três meses a um ano, e multa.

O presidente da ONG, que atua em Cachoeiro dando abrigo a animais feridos e doentes, ressalta que as pessoas precisam ter posse responsável pelos animais. “As vezes as pessoas adotam, compram filhotes num impulso e se esquecem que crescem, envelhecem e precisam de cuidados”, comenta.

Atenção, imagens fortes:

Fonte: G1

5 COMENTÁRIOS

  1. Minha mãe que tem a idade dela, ama animais e sempre alimentou cães abandonados na rua, está com artrose e outros problemas nos dois joelhos e já quase nem pode mais andar. Enquanto essa criatura maldosa ainda tem força suficiente para quase matar um cão de paulada. Nunca vou entender esse mundo estranho.

  2. Uma velha vagabunda que não aguenta um tapa na cara (nem posso dar por causa do estatuto né?) e fazendo essa covardia?
    Se ela aparecer na minha frente, faço o mesmo com ela sem dó nem piedade, essa aí não merece o respeito de ser tratada como “idosa”.

  3. Espero que queimei no inferno, a sorte dela é de quem estava filmando não era eu, do contrário eu iria bater tanto nesse velha que nunca mais essa filha da puta iria andar!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui