GNR resgata 16 animais após denúncia de maus-tratos, em Palmela, Portugal


01
Divulgação

Militares do Núcleo de Investigação de Crimes e Contraordenações Ambientais de Setúbal resgataram na última quarta-feira (20), em Palmela, 16 animais por indícios de sofrerem maus-tratos.

No âmbito da investigação levada a cabo pela Unidade Especializada nos Crimes de Maus-Tratos e Abandono a Animais de Companhia do Departamento de Investigação e Ação e Penal de Setúbal, os militares realizaram um busca domiciliária na localidade de Palmela onde se encontravam os animais.

Após triagem e exame físico aos animais, foram resgatados 15 gatos e um cachorro, tendo o seu tutor sido constituído arguido.
Os gatos foram encaminhados para acolhimento, assistência imediata e perícia médico veterinária, por apresentarem sinais de terem sido alvo de maus-tratos e o cachorro ficou à guarda do seu detentor, entretanto nomeado fiel depositário.

Esta ação teve a colaboração dos militares do Destacamento Territorial de Setúbal, do Médico Veterinário da Câmara Municipal e do Delegado de Saúde, ambos do concelho de Palmela, bem como uma equipa de peritos da Faculdade de Medicina Veterinária de Lisboa.

*Esta notícia foi escrita, originalmente, em português europeu e foi mantida em seus padrões linguísticos e ortográficos, em respeito a nossos leitores.

Fonte: Rostos PT


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

RIO CLARO (SP)

EXTINÇÃO

VISIBILIDADE

CANADÁ

ABRAÇO ANIMAL

DENÚNCIA

JAPÃO

PRESERVAÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>