Potrinha maltratada é resgatada por ativista em Recife (PE)


Divulgação
Divulgação

Maria Valentina é uma potrinha, em torno de um ano, que já sentiu na pele e na pata, a dor dos maus-tratos. Vivia amarrada no lixo, numa comunidade do Recife e de tanto a corda roçar, a pata ficou ferida, criou miíase e caiu o casco. Ela sente muita dor e dificuldade o andar.

A jornalista e ativista da causa animal , Goretti Queiroz, que a resgatou , luta agora pela sua recuperação para que futuramente possa usar uma prótese.

Divulgação
Divulgação

Evolução do tratamento

Todos os dias valentina faz os curativos e o custo é alto. Ela precisa de doações de TERRACOTRIL SPRAY umas 05 , pomada kolagenase, umas 10 bisnagas , além de soro e muita gaze e esparadrapo para uma semana . E uma ração de qualidade com farelo – 86.00 na rancho Alegre.

Quem puder ajudar de alguma forma entre em contato com a Goretti através do e-mail: mgcqueiroz@terra.com.br.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

FINAL FELIZ

DOR E SOFRIMENTO

DESUMANIDADE

AGRESSÃO BRUTAL

INDÚSTRIA CRUEL

ECONOMIA

AMEAÇA DE EXTINÇÃO

ACIDENTE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>