Rodeio no Canadá explora e tortura animais em nome do entretenimento


Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Reprodução/JeffMcintosh
Reprodução/JeffMcintosh

Os organizadores do rodeio Calgary Stampede, um dos maiores do mundo e que ocorre anualmente no mês de julho, no Canadá, se superam a cada ano na crueldade.

Não há um único evento do rodeio que envolva qualquer manipulação mais calma e lenta de animais. Pelo contrário, os animais são submetidos à tensão e ao medo para que apresentem o comportamento perturbado típico, escreve Peter Fricker, diretor de comunicação e projetos da Humane Society de Vancouver, em artigo no Vancouver Sun.

Bezerros de três meses são perseguidos em alta velocidade em uma arena, amarrados pelo pescoço para uma parada repentina, capturados, jogados no chão e amarrados.

Já os bois têm seus pescoços torcidos até que caiam no chão ou ficam amarrados pelos chifres e pelas patas traseiras.

Os cavalos e touros são atormentados por uma “cinta de flanco” amarrada em torno de seus quadris, que é apertado para que eles se sacudam.

“Do ponto de vista ético, é ainda mais perturbador o fato de que os eventos de rodeio são considerados mero entretenimento. A maioria das pessoas, mesmo que coma carne, concorda que explorar um animal apenas pelo entretenimento é moralmente errado”, afirma Fricker.

“No entanto, os animais abusados em rodeios estão sujeitos ao medo, à dor e ao estresse por um propósito tão trivial. Eles sofrem para divertir uma multidão”, completa.

Em 2012, o Calgary Stampede admitiu que envia jovens cavalos criados para serem usados durante rodeios diretamente aos matadouros caso eles não sejam considerados “bons o suficiente”.

Em 2015, uma pesquisa realizada pela empresa Insights Ocidental descobriu que 63% dos canadenses se opõem à exploração de animais em rodeios.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PRESERVAÇÃO

VAQUINHA ON-LINE

FINAL FELIZ

LEALDADE

COMPROMISSO

ESPECIAL

MAUS-TRATOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>