Universitários desenvolvem cadeira para cachorro deficiente em Petrolina (PE)


Reprodução/G1
Reprodução/G1

O cão Toddy perdeu os movimentos das patas traseiras após ser atropelado. Ele foi resgatado há quatro anos pela Organização Não Governamental Associação Proteger, que recolhe animais abandonados em situação de risco, em Petrolina, no Sertão pernambucano. Porém com a ideia de estudantes do curso de Engenharia de Produção da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), o animal pôde ter mais movimentos.

O grupo de alunos desenvolveu uma cadeirinha e rodinhas de bicicleta. “A ideia inicial era criar para este cachorro, apenas. Mas também foi passado para gente a função de criar um projeto que fosse para o caso geral e para todo tipo de cachorro, com as especificações de cada um que tivesse este problema. Então criamos não apenas o projeto específico para este animal, mas adaptamos para, praticamente, todos os tipos, adaptando material e todas as especificações”, explicou um dos criadores do equipamento, Marcelo Pereira.

O custo médio para construir a cadeirinha foi de R$ 70. Os criadores garantem que qualquer pessoa pode fazer uma igual. “É preciso somente ter o material e um manual de construção. Não vai ter muito problema para construir, nem vai demorar”, disse Marcelo.

Tutores de outros animais com o mesmo problema que o Toddy já fizeram encomendas da cadeirinha. “Nós já temos dois projetos para fazer que não irão ser iguais a este, pois vai ser utilizado outro tipo de material, que é de acordo com o que o cliente pedir”, destacou a integrante da empresa júnior da Univasf, Pollyana Gusmão.

Tutores de animais domésticos com dificuldades de locomoção podem ter acesso ao manual explicativo para produzir o equipamento. Basta enviar um e-mail para solucione.jr@gmail.com ou ligar para o telefone (87) 99629-0828.

Fonte: G1


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

RIO DE JANEIRO

ALTERNATIVA VEGANA

GENEROSIDADE

REABILITAÇÃO

EMPATIA

RECEPÇÃO

FINAL FELIZ

SEM FERIMENTOS

SOLIDARIEDADE

TURQUIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>