Com saída de Cameron, destino do ‘gato oficial’ Larry preocupa britânicos


24
Divulgação

Após a reviravolta da votação do Brexit, o primeiro-ministro britânico, David Cameron, anunciou que vai renunciar na quarta-feira (13), e a ministra do interior, Theresa May, assumirá o poder em seguida .

Mas uma questão ainda não respondida está preocupando muitos britânicos nas redes sociais: qual será o destino do gato Larry , o “caçador oficial de ratos” de 10 Downing Street, endereço oficial do premiê?

Larry está no “cargo” desde 2011, quando, aos 4 anos, deixou o abrigo da organização inglesa Battersea Dogs & Cats Home e foi adotado pelo premiê Cameron para caçar roedores na residência oficial.

Mas, segundo a imprensa britânica, ele tecnicamente não é de animal doméstico de Cameron e de sua família, pois é “contratado” pelo Office Cabinet, e mantido através de doações.

Portanto, ainda não se sabe oficialmente o que vai ocorrer após a posse de Theresa May, se ele continua no cargo ou se será “exonerado” e vai continuar morando com os Cameron.

Fonte: G1


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ESTELIONATO

MALDADE

ESTADOS UNIDOS

FEBRE AMARELA

REVERSÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>