CONTEÚDO ANDA

Irmãos policiais salvam animais da morte em rodovias do Texas

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Reprodução/ServiçosdeCuidadosAnimaisdeSanAntonio
Reprodução/ServiçosdeCuidadosAnimaisdeSanAntonio

As tempestades terríveis e inundações durante o tráfego movimentado não impediram que Justin Kalk, um policial do Departamento de Polícia de San Antonio, no Texas, exercesse seus deveres de patrulha no dia 19 de maio.

Enquanto ele dirigia por uma rodovia, ele avisou um pequeno gatinho desprotegido e sabia que tinha que ajudá-lo, relata o The Dodo.

“Eu vi um pequeno animal cruzando quatro faixas de tráfego, mas eu não sabia dizer o que era. O carro na minha frente quase bateu nele e eu tive que desviar o veículo para evitar que um acidente ocorresse”, disse Kalk.

Kalk fechou uma pista inteira de tráfego para salvar o gatinho. “Eu realmente pensei que ele estava morto”.
Então, ele saiu de seu veículo, caminhou até o animal e viu que ele estava respirando.

“Acho que eles têm nove vidas porque o pequeno animal abriu os olhos, olhou para mim e miou. Eu não sabia se ele estava ferido, mas ele se levantou e começou a andar um pouco. Então, eu o peguei e o coloquei no meu carro da polícia.”

Como não sabia o que fazer com o gatinho, Kalk decidiu levá-lo para o Serviços de Cuidados com Animais de San Antonio (ACS).

Quando Kalk chegou ao ACS, o gatinho estava completamente encharcado. “O oficial Kalk estava preocupado com o gatinho e nos pediu para salvá-lo”, contou Lisa Norwood, relações- públicas do ACS.

“Nós o enrolamos em um ‘’purrito,” essencialmente, como um pano para um bebê, mas neste caso para um gatinho”, completou.
Quando o gatinho, chamado Thor, chegou ao abrigo, ele estava frio, úmido e também faminto. Então logo que ele foi aquecido, foi alimentado pela equipe do local.

Depois disso, um parceiro de resgate do ACS, o Animais Vivos de San Antonio colocou Thor em seu programa de adoção.

Reprodução/ServiçosdeCuidadosAnimaisdeSanAntonio
Reprodução/ServiçosdeCuidadosAnimaisdeSanAntonio

Dias depois, Norwood foi avisada que um policial estava na recepção do hotel esperando por ela. Ela então viu um policial segurando um pequeno cão da raça dachshund.

“Ele estava frenético e disse que não sabia o que fazer tinha encontrado o cachorro correndo no tráfego enquanto fazia uma patrulha”, disse Norwood.

Norwood achou que o oficial parecia muito familiar e perguntou seu nome. Ele disse que se chamada Todd Kalk e que seu irmão tinha trazido um gatinho alguns dias atrás.

Todd Kalk, que vive com dois dachshunds em sua própria em casa, foi aconselhado pelo próprio irmão a levar o cão para o ACS.

De maneira semelhante à história de seu irmão, Todd Kalk encontrou o cão, mais tarde nomeado Loki por funcionários do abrigo, em meio a um tráfego extremamente movimentado.

“Imediatamente acendi as luzes de patrulha. Eu parei e os veículos não diminuíram a velocidade, então saí e ele correu atrás de mim. Eu o peguei e ele estava beijando todo o meu rosto”, relatou.

O cão não tinha coleira ou um identificador e Kalk dirigiu ao redor do bairro com o cachorro no colo, enquanto procurava sua casa e perguntava as pessoas se elas conheciam o animal.

Ele finalmente levou Loki a um veterinário nas proximidades e descobriu que ele não tinha microchip.

Inspirado pela história de seu irmão, ele decidiu levar o cão a ACS. Dias depois os tutores do cão foram buscá-lo no abrigo, que colocou um microchip no animal.

Os irmãos Justin e Todd Kalk não ficaram surpresos que cada um deles passou por situações semelhantes com apenas dias de intervalo entre elas. Eles são apaixonados por animais há bastante tempo.

“Se alguém observa um animal em necessidade deve verificar se o animal está bem, e se certificar de que ele tem uma chance de sobreviver em vez de ignorá-lo. Acredito fortemente que os animais possuem sentimentos como nós e eu não podia simplesmente deixar o gatinho lá para morrer”, disse Justin Kalk.

Seu irmão Todd Kalk sente o mesmo: “Eu não quero ver nenhum ser sofrendo – seja um animal ou uma pessoa. Se você encontrar um animal em perigo, ajude-o. Vale a pena se você pode salvar uma vida”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui