Voluntários fazem casinhas para abrigar cães que vivem nas ruas em Palmital (SP)


Patrícia Cardoso/ Arquivo pessoal
Patrícia Cardoso/ Arquivo pessoal

Voluntários da Associação Palmitalense de Proteção dos Animais São Francisco de Assis estão confeccionando e distribuindo casinhas feitas de caixas de papelão para proteger os animais que vivem nas ruas do frio. “O trabalho foi inspirado em ideias apresentadas em redes sociais e está sendo feito por pessoas da comunidade e voluntários da Appasfa. O nosso objetivo é evitar que animais que vivem nas ruas sofram com o frio”, explica a voluntária Patrícia Cardoso.

A iniciativa começou com o casal Simone e Elomar Medeiros que distribuiu inicialmente oito casinhas após verem iniciativas semelhantes nas redes sociais. Eles pediram apoio para ONG e em pouco mais de uma semana, os voluntários já fizeram cerca de 130 casinhas que são distribuídas durante a noite.

Patrícia Cardoso/ Arquivo pessoal)
Patrícia Cardoso/ Arquivo pessoal)

“A gente percorre a cidade e vê os locais onde têm animais dormindo na rua e coloca as casinhas nesses lugares. E no dia seguinte conversamos com as pessoas que moram próximas para que elas recolham as caixas durante o dia, para evitar vandalismo.” Para evitar essas ações, os voluntários também colocam recados nas caixas. Um deles diz: “Por favor, não leve essa caixa, ela está servindo de abrigo.Faça a sua parte”.

E a iniciativa teve tanta repercussão que as crianças atendidas pelo projeto social Tobias de Aguiar se envolveram e oficinas estão sendo realizada para confecção das casinhas. “É tudo muito simples. Usamos uma caixa de papelão e cobrimos com saco de lixo, que é bem barato, ou até o próprio saco de rações. Nós também colocamos um cobertor para aquecer mais os animais”, completa Patrícia.

Além disso, alguns moradores com quem os voluntários entraram em contato para cuidar das casinhas durante o dia acabaram adotando os animais que estavam nas ruas. “Nós percebemos que estavam faltando algumas casinhas e quando conversamos com os moradores eles contaram que pegaram a casinha e o cachorro, ou seja, tem incentivado a adoção também.”

Segundo Patrícia, as caixas são doadas por comerciantes de Palmital e o restante do material os voluntários se viram para conseguir. Mas, a ONG também aceita doações e na página da organização em uma rede social tem mais informações de como ajudar. Outras informações também podem ser obtidas pelo telefone (18) 99745-4736.

Fonte: G1


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DESUMANIDADE

AGRESSÃO BRUTAL

INDÚSTRIA CRUEL

ECONOMIA

AMEAÇA DE EXTINÇÃO

ACIDENTE

CRUELDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>