Estudo revela que risco de morte devido ao estresse é maior em pássaros urbanos


Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Reprodução/Alamy
Reprodução/Alamy

Os pássaros que vivem em cidades correm mais risco de morrerem na juventude por causa do estresse de viver em um ambiente urbano, aponta uma nova pesquisa.

Um estudo do chapim-real descobriu que as aves criadas em ambientes urbanos tinham telômeros mais curtos. Os telômeros são pequenos pedaços de DNA que preveem se uma jovem criatura irá alcançar a velhice, informa o Daily Mail.

Eles protegem o DNA e diminuem a cada divisão celular como resultado do estresse.

Pesquisas anteriores já haviam revelado que o comprimento dos telômeros pode prever com precisão a expectativa de vida em humanos.

No estudo, foram recolhidas amostras de sangue de 156 filhotes e o comprimento de seus telômeros foi medido. Os animais haviam passado duas semanas em um ambiente urbano ou rural no sul da Suécia. O primeiro grupo tinha telômeros mais curtos.

O biólogo Pablo Salmon, da Universidade de Lund, na Suécia, disse: “Os ambientes urbanos estão se expandindo rapidamente, e com a urbanização ocorrem tanto desafios como oportunidades para a vida selvagem”.

Segundo ele, os desafios incluem a luta contra as perturbações antropogênicas, como a luz, o barulho e apoluição do ar e a menor disponibilidade de fontes de alimentos naturais.

“Mostramos, pela primeira vez, que crescer em um ambiente urbano reduz significativamente o comprimento dos telômeros. Isso implica que o ambiente urbano impõe um desafio para o desenvolvimento de aves, com efeitos potencialmente irreversíveis para suas vidas”, disse o biólogo.

É possível que a poluição e as diferenças alimentares sejam as responsáveis por esse fenômeno. Estudos anteriores relataram níveis mais elevados de estresse em aves que vivem em cidades.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AVANÇO

COMPORTAMENTO

'SAVE RALPH'

ÍNDIA

REVOLTA

AÇÃO SOCIAL

MÉXICO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>