Projeto obriga famílias a adotarem cães e gatos em Porto Alegre (RS)


Proposta visaria mitigar sofrimento dos animais abandonados
Proposta visaria mitigar sofrimento dos animais abandonados

Tramita, na Câmara Municipal de Porto Alegre, Projeto de Lei de autoria do vereador Rodrigo Maroni (PR) que visa a instituir na Capital a obrigatoriedade da adoção de cães e gatos por unidade familiar, “para mitigar o sofrimento dos animais acometidos pelo abandono indiscriminado”. Pela proposta, o Executivo Municipal determinará o modo de realização da adoção e a quantidade de animais que deverão ser adotados por unidade familiar. De acordo com o parlamentar, pesquisas demonstram que a adoção por lares familiares, além de retirar os animais do abandono, traz para as famílias um ambiente mais harmônico e salutar.

“Antes de abandoná-los, o homem deveria ter a consciência de que está cometendo um crime. Uma solução para diminuir o grande número de abandonos de animais domésticos é a posse responsável, devendo a sociedade civil evitar esse problema”, defende Maroni, ao afirmar que a proposta preconiza a valorização e a preservação da vida dos animais e das famílias e dos lares, fazendo com que cada cão e cada gato ganhe um lar e um ambiente de proteção, de moradia e de bem-estar social.

Fonte: Câmara de Porto Alegre


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

SEGUNDA CHANCE

INSPIRAÇÃO

DESCARTE IRRESPONSÁVEL

BOA AÇÃO

CHINA

HEROÍNA

FINAL FELIZ

PAUTA EMERGENCIAL


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>