Índia legaliza o extermínio de animais selvagens como se fossem “pragas” e gera revolta

Bruna Araujo
junho 14, 2016

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Reprodução/dailyO
Reprodução/dailyO

O Ministério do Ambiente, Florestas e Mudanças Climáticas da Índia acaba de legalizar o assassinato de animais selvagens como se fossem “pragas”.

A ativista pelos direitos animais e ministra das Mulheres e do Desenvolvimento Infantil da Índia Maneka Gandhi e o ministro do Meio Ambiente do país Prakash Javadekar estão em guerra devido à decisão.

Recentemente, mais de 200 touros foram assassinados, o que causou revolta no país. Maneka, conhecida por sua diplomacia, acusou o ministério do país de ter um “desejo de matar”, informa o portal daily O.

A afirmação da ministra é uma resposta à autorização do ministério de Javadekar dada aos estados para matar os animais que considerados “vermes” ou pragas , causam danos à vida selvagem.

Porcos selvagens e nilgai estão entre os animais tidos como “vermes” que foram mortos nas regiões de Bihar e Uttarakhand. Em Himachal, são os macacos que estão ameaçados.

O ministério de Javadekar alega que as ações estão de acordo com a lei e as autorizações são respostas aos pedidos de vários estados.

Previsivelmente, o foco dos meios de comunicação tem sido a disputa entre os dois ministros e, por isso, o contínuo e crescente conflito entre humanos e animais selvagens não é abordada e nem o fato de que o assassinato de animais pode agravar a questão.

O problema entre seres humanos e animais selvagens é grave, pois as perdas por depredação eliminam os meios de subsistência. É por isso que há uma necessidade urgente de colocar em prática estratégias de curto e longo prazo para enfrentar e resolver o conflito, sem o uso de armas.

Na Índia, cerca de 40% dos tigres estão fora das áreas protegidas e de reservas, onde há ordens de atirar em suas presas, o que aumentaria o conflito, e causaria a trágica perda de humanos e de animais.

Vale observar que, se tigres e outros grandes predadores têm acesso a suas presas, eles evitam o confronto com os seres humanos e o ataque ao gado.

Outro grande problema é que não há nenhum esforço para abordar a raiz do conflito e proteger as florestas e os habitats desses animais.

As autorizações do ministério também violam a seção 51A da Constituição do país, que diz que é dever fundamental de todos os cidadãos melhorar o ambiente natural, incluindo florestas , lagos, rios e animais selvagens , e ter compaixão por outras criaturas vivas.


Você viu?

Escute Foto: Instagram @saminthewild_

Escute Pixabay O aquecimento

Escute Pixabay Os guepardos

Escute Shutterstock Fernanda* tem

Escute Divulgação A grande

Pixabay Líderes mundiais estão

Pixabay Fornando Tortato normalmente

Ativistas em defesa dos

Lincoln e seu amigo

Escute Pixabay Uma superenzima


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"cf6ff":{"name":"Main Color","parent":-1},"73c8d":{"name":"Dark Accent","parent":"cf6ff"}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default","value":{"colors":{"cf6ff":{"val":"rgb(243, 243, 243)","hsl":{"h":0,"s":0.01,"l":0.95}},"73c8d":{"val":"rgb(217, 216, 216)","hsl_parent_dependency":{"h":1,"l":0.85,"s":-0.05}}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
OK
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
>