conteúdo anda

Farsa: elefantes do circo Ringling Bros. não terão liberdade garantida conforme anunciado

O famoso circo norte-americano Ringling Bros. and Barney & Bailey anunciou que libertaria os elefantes explorados, após uma última apresentação. Mas, na verdade, os animais só serão encaminhados ao Center...

79

02/05/2016 às 18:00
Por Redação

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Foto: Reprodução/ABC News

Foto: Reprodução/ABC News

O famoso circo norte-americano Ringling Bros. and Barney & Bailey anunciou que libertaria os elefantes explorados, após uma última apresentação.

Mas, na verdade, os animais só serão encaminhados ao Center for the Elephant Conservation dentro de três anos. Pior: o local não é um santuário, como se esperava, e sim um centro de reprodução forçada e treinamento tal qual o circo.

O “Centro pela Conservação dos Elefantes”, embora tenha a aparência de um santuário, tem um péssimo histórico em relação aos animais – incluindo denúncias de elefantes bebês sendo treinados para a exploração no picadeiro.

Segundo o Unchainmee, um grupo internacional pela abolição do uso de animais em circos, a medida anunciada não passa de uma manobra política para apaziguar consciências e driblar a pressão mundial contra a exploração animal na indústria do entretenimento.

Para os ativistas, cabe a nós cidadãos exigir que todos os circos tenham apenas artistas humanos e que todos os animais sejam enviados para santuários, livres de exploração humana.

“Não devemos discriminar estes animais por espécie. Nenhum deve ser forçado a imitar humanos e a fazer as pessoas rirem — sejam de espécies domésticas ou selvagens.”, escreve a Unchaimee no Facebook. “O poder está em nós, cidadãos, e na nossa determinação.”

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.