Zebra confinada como animal doméstico morre ao tentar fugir de nova prisão em zoológico


Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Reprodução/Care2
Reprodução/Care2

A história da zebra Zula é mais um acontecimento triste que deixa claro por que humanos não devem manter animais silvestres como animais domésticos.

Zula tinha apenas cinco meses e era tutorada por um homem chamado Richard Myer. Segundo os noticiários, Myer apenas adotou Zula de outro homem cujas más condições de saúde o levaram a procurar outro lar para o animal, informa o Care2.

Myer visitou inesperadamente o parque de Bailiwick em Catskill (Nova York) para colocar a zebra lá. Segundo a PETA, Bailiwick é basicamente um zoológico com registro irregular quando se trata de cuidados com animais.

Enquanto Myer negociava mais uma condenação ao confinamento com o zoológico, um galho caiu de um telhado e assustou a zebra, que correu para dentro da floresta.

Após a notícia do desaparecimento do animal, inúmeras pessoas ajudaram a procurar Zula, incluindo guardas florestais da Secretaria Estadual de Conservação Ambiental de Nova York, equipes de conservação ambiental e voluntários.

As buscas vasculharam a floresta Kaaterskill Preserve, uma área arborizada que faz fronteira com o zoológico Bailiwick e Myer anunciou uma recompensa de mil dólares para quem levasse o animal de volta em segurança.

Esse é um grande problema. Zula viveu toda a sua vida como uma zebra em cativeiro. Ela não sabia como era viver na natureza e deve ter se sentido extremamente sozinha e perdida na floresta.

A zebra vagou por quatro dias, sem que ninguém lhe ajudasse a conseguir alimento ou água.

Finalmente, os pesquisadores encontraram seu corpo perto de um penhasco íngreme. Não está claro o que aconteceu e o motivo de sua queda e ela foi enterrada ali mesmo, como mais uma vítima da ignorância e crueldade humana.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CATIVO EM ZOO

CRIME AMBIENTAL

RESPONSABILIZAÇÃO

ABERRAÇÃO LEGISLATIVA

ESCRAVIDÃO

EXEMPLO

CICLOVIA RIO PINHEIROS

ESTRESSE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>