Desvende 13 mitos sobre animais completamente infundados


Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Reprodução/Care2
Reprodução/Care2

Ainda existem vários equívocos e perguntas sobre diversos animais. Por isso, o Care2 reuniu alguns mitos mais famosos sobre vários deles como morcegos, gatos, ratos, lagostas, entre outros. Veja abaixo.

Se você cortar minhocas pela metade, ambas as metades sobrevivem

Embora possa não parecer, minhocas têm uma cabeça e uma cauda. Se você cortá-la ao meio, a parte com a cabeça e todos os seus órgãos vitais vai sobreviver e, provavelmente, regenerar sua cauda, mas a cauda original, sem os seus órgãos, morre.

Vacas podem prever a chuva

Quem nunca ouviu isso durante uma viagem? Se uma vaca está deitada, isso significa que a chuva está próxima. Porém isso está errado.

“Se um animal é deixado por conta própria em um pasto, ele vai gastar um terço do seu tempo na coleta de alimentos, um terço para comer, e um terço para dormir. Se eles estão deitados, isso provavelmente não sinaliza muito além do fato de que ele está dormindo”, diz o pesquisador Jamison Allen.

Mais moscas são ‘capturadas’ com mel do que com vinagre

O ditado é velho, mas não é real em se tratando de pegar moscas. Moscas, especialmente as mais encontradas em casas, gostam muito de vinagre de maçã e, por isso, colocá-lo em um recipiente com açúcar é mais eficiente para prendê-las.

Porcos suam muito, daí a expressão “suar como um porco”

Quem segue a famosa porca “Esther The Wonder Pig” nas redes sociais sabe que porcos amam tomar um banho de lama um banho convencional, e isso é porque eles realmente não suam.

Eles têm algumas glândulas sudoríparas, mas não é assim que seus corpos esfriam. A expressão “suar como um porco” é originária do processo de fundição de ferro.

Morcegos são cegos e sugam seu sangue

Alguns morcegos podem enxergar três vezes melhor do que os seres humanos. Há mais de 1.300 tipos de morcegos e a maioria deles come insetos. Os morcegos vampiros vivem no México, América Central e na América do Sul e se alimentam de sangue, mas não sangue humano, pelo menos isso não é comum. Eles se alimentam principalmente de gado.

Camundongos gostam de queijo

Quase todos os desenhos animados mostram um grande pedaço de queijo em uma ratoeira para pegar um rato, mas, na realidade, Tom teria tido muito mais sorte na captura de Jerry se ele tivesse usado cereais ou frutas. Estudos têm mostrado que o queijo não é a primeira escolha dos ratos na hora de se alimentarem.

Peixes têm uma memória de 10 segundos

Há apenas um peixe com uma memória de curto prazo e seu nome é Dory (do filme Procurando Nemo). No entanto, estudos mostram que todos os outros peixes podem se lembrar de algo durante até cinco meses.
Eles também se reconhecem em espelhos, caçam de forma colaborativa, a alguns deles gostam de serem acariciados.

Gatos gostam de beber leite

Embora os gatos bebam leite, seus corpos não podem digerir corretamente a lactose, o que significa problemas de estômago posteriores.

Ursos se afastam se você se fingir de morto

O Serviço Nacional de Parques dos Estados Unidos não aconselha se fingir de morto ao ver um urso. Em vez disso, aconselha as pessoas a se afastarem cuidadosamente a pé dependendo do tipo de urso. Se não for possível identificar o urso, o melhor é lutar e correr pela sua vida.

Um ano humano equivale a sete anos para um cachorro

Na realidade, a matemática é um pouco mais complicada. De acordo com a Sociedade Médica Veterinária dos Estados Unidos, para um cão de tamanho médio, o primeiro ano é igual a 15 anos humanos. O segundo ano de vida de um cão equivale a cerca de nove anos humanos e, depois disso, cada ano humano equivale a cerca de cinco anos para um cão.

Cães enxergam apenas em preto e branco

É um equívoco comum pensar que cães só veem as cores preta, branca e tons de cinza. A verdade é que eles enxergam várias cores, mas não todas. Enquanto seres humanos podem ver diversos tons diferentes, cães enxergam principalmente tons amarelos, azuis e violetas. Isso significa que tons verdes e vermelhos serão vistos por eles como azuis e amarelos, mas pelo menos mais alegres do que preto e branco.

Touros atacam quando veem a cor vermelha

As imagens de um homem que balançam um pano vermelho para atrair touros são muito difundidas, mas não é a cor do pano que faz com que o touro ataque.

Um teste com diferentes panos coloridos descobriu que o animal não tem uma preferência por (ou rancor) qualquer cor. É o movimento no tecido que o atrai.

Golfinhos irão protegê-lo de tubarões no oceano

Enquanto alguns golfinhos agiram como heróis no passado, alguns têm sido conhecidos por também fugir quando abordados por tubarões.
Lagostas permanecem com um companheiro por toda a vida
Os animais têm múltiplos parceiros ao longo de suas vidas os relacionamentos são muito menos românticos do se acredita.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

FLORIANÓPOLIS (SC)

INOVAÇÃO

AMOR

ESTUDO

ÁFRICA DO SUL

CÂNCER DE PELE

CONSERVAÇÃO

MUDANÇAS CLIMÁTICAS

MAUS-TRATOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>