Masterchef: cabeça de porco gera debate sobre direitos animais


04
Divulgação

Muitas carnes já foram para as panelas do Masterchef Brasil sem polêmica, mas foi uma cabeça de porco que acabou gerando debate sobre direitos animais entre os chefs do reality show. Nesta terça-feira (17), os competidores teriam que cozinhar a peça de suíno e, na prova seguinte, preparar uma posta de peixe.

Ao publicar uma foto no Twitter com a cabeça de porco, o chef Henrique Fogaça provocou: “Hoje tem Cabeça de porco no MC quem vai assistir e não ficar criticando e aceitar que a realidade da é essa?”, escreveu.

Divulgação
Divulgação

Não faltaram respostas críticas. Houve quem falou que a escolha era “desnecessária” e até propostas de boicote ao programa.

Divulgação
Divulgação

Mas quem decidiu mesmo dialogar sobre o tema foi a chef argentina Paola Carosella. Também pelo Twitter, ela levantou o debate sobre o respeito ao direitos animais. “É interessante que o peixe é lindo, e a cabeça do porco é nojenta. Os dois são animais mortos”, disse. E questionou: “Você sabe como são criados os animais que você come? Você sabe o que eles comem? Você compra eles inteiros? Aproveita da cabeça ao rabo?”. Para ela, criar os animais de modo mais lento e aproveitar todas suas partes na cozinha é sinal de respeito a outras espécies.

Leia os tuítes da chef:

000
Divulgação

Fonte: ZH TV


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

COVARDIA

CRUELDADE

PROTEÇÃO ANIMAL

ALERTA

VITÓRIA

INVESTIGAÇÃO

FLÓRIDA

JAPÃO

AVANÇO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>