Polícia procura suspeito de matar cão com arma de pressão em Ponta Porã (MS)


01
Divulgação

A Polícia Civil de Ponta Porã está à procura de um suspeito de atirar em dois cachorros domésticos com uma arma de ar comprimido na manhã de domingo (15), no bairro Vila Áurea. Segundo boletim de ocorrência, um dos animais morreu após ser atingido na região do tórax.

A tutora do cachorro disse que o animal não resistiu aos ferimentos, e revelou à polícia que estava em casa por volta das 10h quando ouviu um barulho de tiro e, ao sair da casa, encontrou o animal sangrando e com uma perfuração por conta do tiro.

Em busca de informações sobre o possível autor do disparo, a moradora saiu pela rua conversando com vizinhas para tentar identificar o suspeito. Foi quando ao bater em uma das casas na vizinhança, um homem de 51 anos acabou confessando o crime. O homem acabou fugindo do local em seu veículo e a tutora do cachorro acabou descobrindo por moradores que outro animal na região teria sido atingido por um tiro.

Acionados, policiais estiveram na residência do suspeito atirar nos animais, mas não encontraram o homem em casa. A esposa do homem acabou confirmando o crime cometido pelo marido e entregou a arma usada para ferir os cachorros aos policiais. Quando encontrado, o homem responderá por maus-tratos à animais na 1ª Delegacia de Polícia Civil de Ponta Porã.

Fonte: Capital News


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ACIDENTE

CRUELDADE

TECNOLOGIA

DESUMANIDADE

ACOLHIMENTO

EFICIÊNCIA

VIDAS PERDIDAS

DEDICAÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>