CONTEÚDO ANDA

Calor excessivo atinge fortemente os animais de Mumbai

Por Virat A. Singh/DNA India (Tradução: Mariana Bettiol/ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais)

Foto: Emmanual Karbhari)

O calor excessivo de Mumbai não está somente afetando a população humana como também os animais não humanos, de acordo com o relato de algumas ONGs. Segundo as organizações, houve um aumento considerável de animais encontrados passando mal devido a onda de calor de Mumbai e região.

De fato, muitas pessoas que trabalham no resgate de animais disseram que desde o mês de março, houve um aumento muito grande no numero de animais resgatados, incluindo pássaros, o que significa que a situação tende a piorar nos dois meses seguintes.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

O vice-presidente da ONG Thane SPCA, Debanish Majumdar, disse que eles estão cuidando de vários animais na mesma situação. “Na semana passada, resgatamos cinco papagaios, seis gaviões, dois macacos, um langur (espécie de macaco), quatro gatos e nove cachorros – incluindo três filhotes; todos muito desidratados pelo calor intenso.” Acrescentou também que todos esses animais estão sendo tratados pelos seus veterinários e funcionários.

Majumdar acredita que esse ano houve muito mais casos do que o ano passado. “Ainda estamos no começo do mês de Abril e já estamos preocupados com o aumento dos casos de animais sendo prejudicados pelo calor intenso. O nosso hospital está preparado para atender todos os casos.”

De acordo com Sunish Subramanian, secretário da Plant & Animais Welfare Society (PAWS), as cobras são as mais afetadas em Mumbai. “O número de chamados para resgates de cobras é alto. Elas saem de suas tocas em busca de áreas úmidas e acabam indo para lugares como bueiros ou tanques de água, causando tumulto entre as pessoas que ficam com medo. Também temos muitos casos com papagaios. Como eles voam em altas altitudes, acabam se aproximando mais do sol e acabam caindo no chão devido ao calor excessivo.” Subramanian acrescentou ainda que eles têm alguns casos de periquitos na região comercial de Airoli, onde encontraram alguns periquitos que prejudicados pelo calor, estamos debaixo de uma árvore sendo atacados por corvos.

Pawan Sharma, fundador da ONG RAWW que trabalha na preservação da vida selvagem no ambiente urbano, disse que um dos maiores contribuintes desse problema é a perda de área verde. “Em alguns casos, as árvores foram afetadas por pragas ou mesmo cortadas. Tudo o que temos são blocos de cimento, que fazem com que o calor aumente cada vez mais. Se não começarmos a proteger e preservar as áreas verdes que ainda existem, grandes estragos acontecerão nos próximos anos.”

Enquanto isso, as ONGs e os amantes de animais têm conscientizado os cidadãos a colocarem potes de água para cães e gatos em situação de rua e também colocarem em suas sacadas ou quintal, água para os pássaros em potes de barro. Ao contrário do alumínio ou do aço, potes de barro mantêm a água fresca.

Veterinários alertam também os donos de animais para que tomem cuidados extras nessa época. “Cães são extremamente propensos a insolação, pois não dispõem de glândulas sudoríparas. Os donos devem sempre se assegurar de que seus cães tenham acesso a água limpa para tomar durante todo o dia e também evitar caminhadas durante o período em que o sol está muito forte.”

Representantes do Byculla Zoo e do Sanjay Gandhi National Park contaram que enquanto o calor está ficando intenso em Mumbai, a vida animal em ambos os lugares estão “frescos” devida a espessa área verde em volta.

Segundo o diretor do Byculla Zoo, Dr. Sanjay Tripathi, eles não têm nenhum animal carnívoro no zoológico e uma das maiores mudanças que eles tiveram que fazer durante o verão foi a dieta. “Temos uma fêmea de urso do Himalaia e três hipopótamos e eles são alimentados com frutas da estação e a água de seus lagos está sempre limpa. A mata que cerca a área do zoológico contribui para deixar o ar alguns graus mais baixo, mantendo-o mais fresco”.

COMO AJUDAR

Sabendo que não é apenas em Mumbai que se observa a elevação da temperatura em todas as épocas do ano, acompanhada da seca, segue algumas dicas de ações úteis para ajudar animais vitimados pelo calor:

1) caso você venha a encontrar um pássaro caído no chão, desidratado e sem conseguir voar, leve-o ao veterinário ou coloque um pote pequeno de água perto dele

2) se você encontrar um cachorro ofegante e sem conseguir andar, ajude-o a beber água gelada e limpa

3) coloque potes de barro com água fresca pelas ruas para que os cães possam beber e os pássaros possam até mergulhar

4) não deixe animais presos em carros fechados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui