CONTEÚDO ANDA

Vídeo captura momentos em que cães resgatados de matadouro percebem que estão livres‏

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Foto: Humane Society International
Foto: Humane Society International

Nos países ocidentais, a maioria das pessoas encara com repugnância a ideia de que seres humanos consumam carne de cães. No entanto, como se sabe, em algumas regiões da Ásia, essa prática é considerada normal.

Da mesma forma como se cria galinhas, porcos e vacas para consumo humano, os cães criados para o mercado de carne são mantidos em condições horríveis. Nas fazendas, eles são mantidos amontoados em gaiolas pequenas e empilhadas uma sobre a outra. Esses animais são privados de tudo o que é básico, desde água até a limpeza, e nessas instalações, eles são forçados a assistir enquanto seus companheiros são mortos em sua frente.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

Felizmente, há muitas organizações dedicadas a colocar um fim nesse comércio cruel. Nesse tocante vídeo, pode-se ver uma série de resgates realizados pela Humane Society International, que trabalha para fechar as fazendas de produção de carne e encorajar fazendeiros para cultivar vegetais ao invés de criar animais para matá-los.

O hábito de se comer carne de cães está mudando em toda a Ásia devido à maior conscientização sobre o sofrimento e os direitos dos animais, e espera-se que, com a ajuda dos corajosos ativistas de todas as partes – que incluem cada um de nós – isso seja em breve uma coisa do passado.

Veja o vídeo:


Nota da Redação
: Sobre os cães verem os seus companheiros sendo mortos em sua frente, é bom lembrar que assim também ocorre nos matadouros tradicionais onde são mortos os animais das espécies tacitamente consumidas pelas sociedades do mundo todo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui