Leite de vaca produzido em laboratório representa retrocesso para o veganismo


Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Reprodução/Ecorazzi
Reprodução/Ecorazzi

Um artigo publicado pelo Conselho Americano de Ciência e Saúde afirma que o leite produzido a partir de leveduras e de impressoras 3D pode ser uma opção em breve.

Em leveduras, as proteínas do leite são clonadas e transferidas para o microrganismo, de forma semelhante à insulina desenvolvida geneticamente. Como a levedura cresce, ela produz as proteínas encontradas no leite de vaca, diz o Ecorazzi. Assim, água, gorduras, minerais, vitaminas e lactose seriam adicionados à mistura para constituir um leite sólido.

O autor do artigo classifica esse leite como “vegano”, o que está incorreto devido à transferência de DNA que inicia todo o processo e o fato de se procurar maneiras para replicar o leite de vaca quando existem outros leites veganos à base de vegetais.

O argumento que mais tem sido utilizado para a adoção desse processo é a questão ambiental, pois os gases produzidos por vacas seriam reduzidos.

Já a impressão 3D auxiliaria mais astronautas do que o consumidor médio. O autor diz que a NASA estuda maneiras de imprimir o caseínato de sódio, a proteína presente no leite.

Para o Ecorazzi, esses procedimentos são ridículos e arcaicos, pois visam a contínua reprodução do leite de vaca. “Boas intenções podem estar por trás da ideia de produzir leite ‘sem’ as vacas, mas isso é um obstáculo para o avanço do veganismo”.

“Você pode imaginar as pessoas argumentando que seu leite de vaca é mais livre de crueldade do que outro?”, questiona o portal. “Se as pessoas estão genuinamente preocupadas com o bem-estar das vacas, com o meio ambiente e com o que estão colocando em seus corpos, elas deveriam parar de consumir todos os produtos de origem animal”.

Nota da Redação: Ao invés de gastar recursos com tecnologia avançada para reproduzir leite de outros mamíferos em laboratório, seria muito mais sustentável e ético investir na produção e popularização dos leites vegetais. É possível obter leites saborosos de grãos e castanhas, como o leite de arroz ou amêndoas, que são uma opção muito mais saudável, viável e compassiva. 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

HOLOCAUSTO

INSPIRAÇÃO

CONSCIENTIZAÇÃO

CONSCIENTIZAÇÃO

SOLIDARIEDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>