Especialista em resgate explica porque é proibido alimentar animais selvagens


Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Fawn in Fig Tree
Fawn in Fig Tree

A mensagem “Por favor, não alimente os animais” deveria ser repetida à exaustão.

Ao encontrar um animal selvagem em situação vulnerável, a primeira pergunta a ser feita é se ele realmente necessita de ajuda, antes de tomar qualquer atitude. “Se o animal realmente precisa de socorro, comida nunca deve ser a prioridade”, ensina Chantal Theijin, fundadora do santuário Hobbitstee Wildlife Refuge.

Normalmente, o animal estará em choque e com muito frio, já que a falta de energia impede a regulação da temperatura corporal. Além disso, estará seriamente desidratado.

Alimentar um animal nessas condições é uma sentença de morte. As últimas energias estarão sendo usadas para manter as funções vitais do corpo, por isso o gasto energético da digestão se torna extremamente arriscado, podendo levar à falência múltipla de órgãos.

A forma correta de socorrer o animal, segundo procedimentos do Hobbitstee, começa com aquecê-lo adequadamente. No abrigo, a equipe utiliza incubadoras e fluidos aquecedores para isso. O animal só é alimentado depois de ter sua temperatura corporal normalizada e beber água suficiente, mas não é algo fácil de reproduzir em casa – é preciso ter conhecimento, equipamento e produtos específicos.

Foto: Reprodução/The Huffington Post
Foto: Reprodução/The Huffington Post

Um cervo acolhido por Theijin é um exemplo das consequências fatais da falta de conhecimento. O filhote foi resgatado por uma pessoa que o alimentou de forma errada, causando danos irreversíveis aos seus órgãos internos e tendo como única alternativa a morte induzida.

Então como deveríamos alimentar um animal selvagem resgatado? A ordem é não alimentá-lo e sempre buscar um serviço especializado, pois cada espécie requer substitutos do leite e fórmulas alimentícias específicas que não estão disponíveis no mercado.

É muito comum que as pessoas ofereçam pão aos animais, mas é a pior escolha possível. Pães não são alimentos recomendados para nenhuma espécie e qualquer erro na alimentação de um animal vulnerável pode levar à diarreia e morte.

Qualquer site que publique informações sobre como cuidar de animais selvagens órfãos ou feridos está equivocado. Só para começar, manter um animal selvagem em casa já é crime, por isso a coisa certa a se fazer é sempre acionar especialistas.

É assim que podemos ajudar os animais selvagens, conseguindo o cuidado necessário especializado o mais rápido possível, de preferência transportando o animal até o local de atendimento – e sem alimentá-lo.

 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AMOR

RIO DE JANEIRO

ALTERNATIVA VEGANA

GENEROSIDADE

REABILITAÇÃO

EMPATIA

RECEPÇÃO

FINAL FELIZ


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>