Parque Nacional de Kruger abre poços para tentar salvar animais da seca


Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Elefante caminha no Parque Nacional de Kruger. Foto: Villiers Steyn / Gallo Images/GO!
Elefante caminha no Parque Nacional de Kruger. Foto: Villiers Steyn / Gallo Images/GO!

O Parque Nacional de Kruger (África) está abrindo poços em alguns leitos de rios secos, em uma tentativa de salvar os animais vulneráveis da seca que afetou o local.

Conforme reportagem do News24, rios sazonais foram identificados como locais ideais onde poços naturais poderão ser abertos de modo a provocar menor impacto no meio ambiente, diferentemente da perfuração de poços artificiais”, disse o gerente de conservação Dr. Freek Venter.

Esses rios temporários fluem por períodos muito curtos seguintes a chuvas fortes, e são geralmente encontrados em zonas áreas e semiáridas.

Quando eles secam, ainda há uma boa quantidade de água abaixo da superfície, disse ele.

Esses poços naturais seriam monitorados todos os meses para garantir que haveria água para os animais durante os tempos secos, e para que se verifique se um outro poço poderia ser aberto.

Venter realizou um estudo do setor Marula, na zona sul do parque. Ele disse que a situação da água, nesta parte, ainda não estava em níveis críticos.

Segundo a reportagem, um poço foi aberto no rio Nwaswitsontso, e muita água ainda estava disponível.

A notícia vem pouco tempo depois de autoridades terem anunciado que iriam matar alguns animais do Parque “para reduzir números”, devido à contínua seca que levou à escassez de água para os animais que lá vivem, conforme publicado pela ANDA.

Essa decisão anunciada recentemente pelo Parque é preocupante, e a iniciativa de abrir poços naturais pode não solucionar de forma integral o problema da falta de água no parque cuja área é muito grande, assim como a demanda dos animais por esse recurso fundamental à sua vida.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

SEGUNDA CHANCE

INSPIRAÇÃO

DESCARTE IRRESPONSÁVEL

BOA AÇÃO

CHINA

HEROÍNA

FINAL FELIZ

PAUTA EMERGENCIAL


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>