CCZ de Três Lagoas (MS) iniciará cadastros para castração de cães e gatos


63
Divulgação

Durante a manhã de quarta-feira (16), a prefeita Marcia Moura, junto com a Secretária de Saúde, Eliane Brilhante, estiveram no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) para uma visita técnica. Na ocasião, o Coordenador Cristovam Bazan apresentou a sala recém-reformada, onde serão realizados os procedimentos de castração de cães e gatos.

Estes procedimentos, de acordo com a coordenação do CCZ serão direcionados aos animais de famílias que não possuem recursos financeiros para o procedimento nos felinos e caninos. Portanto, sendo um caso de saúde pública, a Secretaria de Saúde, por meio da Prefeitura Municipal, passará a prestar esse serviço a população. Inicialmente o CCZ iniciará os procedimentos apenas em machos, por se tratar de um procedimento mais simples. Para isso, a equipe técnica já passa por treinamento para que, dentro de dois meses, o Centro também passe a realizar o procedimento nas fêmeas.

Para a prefeita, a reforma da sala que oportunizará os procedimentos é mais um sonho realizado e um importante passo nas ações de prevenção de doenças como leishmaniose. Além disso, também atende à expectativa de uma série de órgãos e pessoas que atuam em defesa e bem estar dos animais.

“A sala é pequena, mas sua funcionalidade extremamente grande e importante para a saúde pública. Ter um controle de nascimento de cães e gatos é uma das maneiras de efetivar o trabalho de prevenção de diversas doenças, como a leishmaniose visceral. A causa animal trata-se de saúde pública porque é muito difícil um lar que não possua um animal doméstico, mas precisamos cuidar deles da maneira adequada, eles merecem”, afirmou Márcia.

Na ocasião da visita, a prefeita Márcia reforçou que outros projetos de promoção e garantia da saúde animal em Três Lagoas estão em andamento. Entre eles, a reforma do canil para os animais do município que estejam em situação de rua sejam recolhidos e cuidados para adoção. “Estamos tentando uma parceria com a AEMS para que o curso de medicina veterinária abrace conosco o projeto do hospital veterinário. Por ser uma instituição particular esse processo é mais difícil e ainda não sabemos se será possível, mas estamos empenhados”, ressaltou.

A Secretária de Saúde Eliane Brilhante falou de sua realização pelo sistema de saúde pública possuir mais este serviço. “Sei que é um dia muito importante para a Associação das Protetoras dos Animais, que sempre pedem nossa ajuda, importante para os vereadores que sempre buscaram formas de atuar pela causa, mas a vitória realmente é da saúde pública que agora conta com esse serviço para a população.

62
Divulgação

O coordenador do CCZ, Cristovam Bazan explica que essa com certeza será uma das medidas de grande peso no combate da Leishmaniose Visceral. Conforme o veterinário esclarece, uma vez prenha, a fêmea diagnosticada com a doença terá uma cria já contaminada. “Tendo esse controle, poderemos diminuir a comunidade canina e felina contaminada pelo protozoário”, orienta.

Na oportunidade, Bazan afirma que inicialmente serão castrados 40 animais por mês, dez por semana e que cada tutor terá direito a castrar três animais. Mas antes, o tutor do animal precisa ir até o CCZ realizar um cadastro, portando cópia e original do CPF, RG ou Carteira de Habilitação, comprovante de residência e o cartão do Bolsa Família, critério para o direito ao procedimento. “No momento do cadastro não precisa trazer o animal. Neste dia, faremos apenas o agendamento e daremos as orientações. O animal fará a castração de manhã e a tarde o tutor poderá buscar, já medicado. É importante dizer que nós não vamos buscar os animais, essa é responsabilidade do guardião responsável”, explicou.

Para o Vereador Marcos Bazé, na ocasião representando os vereadores, é importante que o CCZ esteja estreitando o relacionamento com a população. E este serviço também terá essa finalidade, porque mostra o interesse da Secretaria de Saúde, por meio do Centro, de cuidar dos animais domésticos da população. “Hoje com certeza é um dia de alegria, porque vemos que o trabalho do CCZ está concentrado em prol do animal”, disse.

O vereador Adão também agradeceu a Prefeita Márcia, pela iniciativa dos projetos e afirmou que a saúde pública ganha mais um reforço na prevenção de doenças.

A frente da Associação das Protetoras dos Animais, que em breve ser tornará uma ONG, Charlene Santana Bortoleto afirma que a sala de castração é um grande passo para a saúde de Três Lagoas e a associação enxerga o interesse da administração pela saúde e bem estar animal.

“Muitas pessoas realmente amam os animais, mas não tem condição financeira de castrar, o que aumenta a população canina e felina de maneira desordenada. Acredito que essa é uma das ações que fortalece o relacionamento da associação e aguardamos que venham muitos trabalhos de proteção aos animais dessa parceria” disse.

Fonte: Jornal Dia a Dia


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ABUSO

ÓRFÃO

COREIA DO SUL

SOB INVESTIGAÇÃO

AGRESSÃO BRUTAL

INSTINTO

VIDA NA RUA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>