Urso negro americano sai da lista de espécies em perigo


urso
Divulgação

O urso negro americano foi removido nesta quinta-feira (10) da lista de espécies ameaçadas após 24 anos de esforços de conservação, segundo autoridades norte-americanas.

O urso negro americano, também conhecido como urso de Louisiana (Ursus americanus lutelous) foi incluído na lista em 1992, quando apenas 150 animais foram contados na floresta. Sua população diminuiu drasticamente devido à perda de habitat e à caça.

Hoje, o Serviço de Pesca e Vida Silvestre dos Estados Unidos (FWS, na sigla em inglês) afirma que entre 500 e 750 ursos vivem no território natural, que inclui as florestas da Louisiana e Mississípi, ao sul.

“Os esforços de recuperação bem sucedidos estão permitindo que as populações se expandam”, disse o FWS em comunicado. “Portanto, o urso provavelmente não estará em perigo por agora ou no futuro próximo”, acrescentou.

O urso negro americano tornou-se famoso no início do século XX, depois de um encontro entre o então presidente dos Estados Unidos e um animal da espécie.

Fonte: Em


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MAUS-TRATOS

RECONHECIMENTO

PRESERVAÇÃO

VAQUINHA ON-LINE

FINAL FELIZ

LEALDADE

COMPROMISSO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>