Ativistas criticam uso de peles de animais em locações do Game of Thrones‏


Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Foto: Ecorazzi
Foto: Ecorazzi

As instalações “Game of Thrones Tours” têm recebido críticas de ativistas de direitos animais devido ao uso de peles de verdade em boa parte das roupas utilizadas nos filmes.

Trata-se de turnês onde os fãs da série têm a chance de conhecer as locações e cenários das filmagens, e podem vestir as roupas do figurino. O grupo ativista “Northern Ireland Says No to Animal Cruelty” (“Irlanda do Norte Diz Não à Crueldade aos Animais”) defende a substituição dessas roupas por peles sintéticas, argumentando que a empresa está promovendo a indústria de peles ao usar peles de verdade nas capas que são oferecidas para as pessoas usarem nas locações.

Locação do Game of Thrones Tours. Foto: Instagram
Locação do Game of Thrones Tours. Foto: Instagram

Segundo reportagem do Belfast Telegraph, o grupo afirmou: “Essa é uma série de aventuras de fantasia, cheias de magia e mística. Elas não são reais, e portanto as peles também não precisam ser”.

Em resposta, a empresa responsável pela turnê divulgou um comunicado afirmando que somente 10% das peles são verdadeiras, algo que eles consideram descontinuar após as críticas. O documento também diz: “80 a 90% das nossas capas são de peles sintéticas, compradas em um site. Nós temos algumas de peles verdadeiras. Algumas peles de guaxinim foram compradas no Ebay do Canadá, mas a maior parte das peles reais foram adquiridas de um brechó em Manchester”.

“Em dois anos, nenhum dos nossos clientes fez qualquer observação negativa a respeito diretamente para nós, e não houve nenhum apontamento crítico no Trip Advisor (site no qual as pessoas avaliam estabelecimentos de lazer e turismo). Isso é muito mais um recurso para transportar os nossos clientes para Westeros, do que uma plataforma para promover as peles na nossa sociedade contemporânea real”.

“A nossa intenção não é promover a crueldade contra os animais, que é algo extremamente ultrapassado, mas proporcionar aos visitantes uma imersão na Irlanda do Norte, que ama Game of Thrones, nas sensações reais, nas texturas – lã, couro e peles – da história contada na série”, acrescentou a empresa.

Kirsty Henderson, do PETA (People for the Ethical Treatment of Animals) comentou: “É ótimo que eles reconheçam que peles são cruéis, mas não é coerente considerarem o fato de que 10% de peles verdadeiras seja aceitável”.

Ela também aponta que o argumento dado pela empresa quanto ao local da compra não é válido. “Ao comprarem as peles verdadeiras em uma loja de segunda mão, eles passam a mesma mensagem do que se comprassem peles novas – de que é aceitável matar animais para jogar as peles deles em suas costas”.

No entanto, o caso levanta outras questões. Conforme questiona o Ecorazzi, “onde estão os manifestantes contra a lã e o couro nesta discussão?. Os ativistas têm boas intenções, mas mais uma vez vem à tona uma única questão – as peles – e não o quadro abrangente. Ao colocarem o foco somente nas peles, eles reforçam a falsa, porém difundida ideia, de que a exploração de algumas espécies animais é mais censurável que a de outras, dando um consentimento tácito para que a turnê continue usando outros produtos animais”.

O site lembra um aspecto que vem sendo discutido com frequência – que o uso de animais pode ser algo que as pessoas subjetivamente classificam segundo graus de violência. “Não se pode esperar ver o fim do uso de peles a menos que a mensagem dos ativistas seja a do veganismo, ou seja, se também não encorajarmos a escolha de evitar todos os produtos animais”.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PROTEÇÃO ANIMAL

INESPERADO

ASCENSÃO

GRATIDÃO

INDEFESAS

VIDA NOVA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>