Governo da Alemanha quer obrigar escolas a servirem carne de porco‏


Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Foto: Brietbart
Foto: Brietbart

Não é incomum governos de países tentarem interferir na alimentação dos seus cidadãos.

Segundo uma reportagem do Brietbart, membros do partido da chanceler alemã Angela Merkel estão exigindo que a carne de porco seja um item mandatório no menu de restaurantes e cantinas de escolas públicas. A dramática insistência se dá após a recente remoção da carne de porco do cardápio desses estabelecimentos, algo que os políticos associam a uma determinação feita para acomodar a nova população muçulmana no país.

Políticos do partido Christian Democratic Union (CDU) estão lançando uma campanha no Parlamento pela preservação da carne de porco como alimento básico, citando a sua presença na cultura alemã. De acordo com essa premissa, não comer carne de porco seria “anti patriótico”.

No entanto, o pleito das autoridades esconde um fato sombrio. Segundo a reportagem, essa movimentação apenas mostra a influência que os criadores de porcos para consumo exercem sobre a classe política do país. “As vendas de produtos à base de porcos e as pessoas que se beneficiam de comoditizar esses animais tem muito mais a ver com isso do que uma percepção cultural”, diz o texto.

 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PUNIÇÃO

MAUS-TRATOS

SEGUNDA CHANCE

CENSURA

DESPERTAR

PROTEÇÃO

HOLOCAUSTO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>