Filmes incentivam a mudança de hábitos alimentares


Divulgação Vegan
Divulgação

Alguma vez você já pensou na trajetória de um bife antes de chegar ao seu prato? Não apenas no que acontece depois que ele sai do frigorífico, ou quando chega ao supermercado – mas na sua cadeia produtiva, mesmo. Desde a criação dos animais, passando por sua engorda e morte, até, enfim, ser embalado em práticas bandejas de isopor para chegar à sua geladeira.
Porque a história é bem triste nos “bastidores”. Não apenas pelo sofrimento que animais indefesos passam desde seu nascimento, mas por todo o terrível impacto ambiental e a quantidade de sujeira e produtos químicos assombrosa que, acredite, vai parar toda dentro de você quando come carne.
Assista algum (ou todos) esse vídeos selecionados. Alguns são chocantes, outros nem tanto – mas todos vão fazer você repensar sua relação com a alimentação.

Meatrix – 2003

A animação ganhou prêmios em importantes festivais pelo mundo, como SXSW, Webby, Annecy e muitos outros, já foi traduzido para 39 línguas e visto por mais de 15 milhões de pessoas. Mostra de uma forma didática, clara e objetiva, o que acontece na indústria dos alimentos de origem animal.

A falta de imagens reais deixa a animação menos impactante e chocante que outros filmes desta lista, mas ao mesmo tempo também mais agradável – o que é interessante, já que a mensagem é transmitida de qualquer forma, e talvez alcance mais pessoas. Vale a pena conhecer (ou rever).

Conheça sua Carne (Meet your Meat) – 2012

Documentário criado pela PETA e narrado pelo ator Alec Baldwin, tem apenas 12 minutos – tempo mais do que suficiente para fazer qualquer um repensar sua participação na cadeia produtiva de alimentos de origem animal. Porque o consumidor também é parte – fundamental – desse show de horrores.

Paredes de Vidro (Glass Walls) – 2007

Outro documentário produzido pela PETA, este curta-metragem tem Sir Paul McCartney como narrador. O ex-Beatle costuma dizer uma frase que resume bem o que é mostrado durante o filme: “se matadouros tivesse paredes de vidro, todo mundo seria vegetariano”.

Terráqueos (Earthlings) – 2005

Um dos documentários mais impressionantes já produzidos, é narrado pelo ator Joaquin Phoenix e trilha sonora exclusiva do Moby. “Terráqueos” é baseado em imagens obtidas exclusivamente para o filme, sempre com câmeras escondidas, e mostra o universo de maus tratos aos animais não apenas na produção de carne, mas também no mercado têxtil, de entretenimento, de cosméticos e até de pets. O filósofo Tom Regan resumiu bem: “Quem assistir ‘Terráqueos’ nunca mais será o mesmo”. Veja e comprove – o que diz Regan, e o quanto o homem é capaz de fazer mal aos animais.

Troque a Faca pelo Garfo (Forks Over Knives) – 2011

Este documentário norte-americano mostra como uma dieta vegetariana pode evitar e até controlar diversas doenças crônicas que apesar de comuns atualmente, praticamente não existiam antes de começar o consumo desenfreado de carne na metade do século passado.

Com base em estudos e entrevistas de nutricionistas, bioquímicos e físicos, o filme mostra como a alimentação baseada em alimentos processados e carnes cheias de remédios e hormônios têm influência sobre a maioria das doenças degenerativas que acometem a população e também sobre doenças do coração, diabetes, obesidade e câncer.

Sushi: The Global Catch – 2012

Muitas pessoas acham que matar peixes é mais aceitável do que mamíferos. Mas não se dão conta que não apenas os peixes também sofrem e sentem dor, como a pesca descontrolada coloca em risco muitas espécies – e o atum é uma delas. Desde a popularização da gastronomia japonesa, a pesca tem devastado o atum do mapa. Isso não afeta apenas o atum, mas toda a vida marinha, já que este peixe tem papel fundamental na cadeia alimentar.

A Carne É Fraca – 2005

Filme brasileiro que mostra os impactos do consumo de carne para a saúde humana, o meio-ambiente e os animais. O documentário conta com entrevistas e depoimentos de jornalistas e pesquisadores do assunto, além de mostrar imagens de matadouros, criadouros e outros antros de maus-tratos aos animais.

Fonte: Brasil Post


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ASCENSÃO

GRATIDÃO

INDEFESAS

VIDA NOVA

ETERNIZADO

AÇÃO SOCIAL

AMOR


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>