Em respeito aos animais, Castilho (SP) não realizará queima de fogos


meme

A crise financeira é uma alegação comum das administrações municipais para cancelar eventos tradicionais. Em Araçatuba, por exemplo, não haverá carnaval de rua em 2016. Mas a explicação divulgada pela Prefeitura de Castilho (a 125 km de Araçatuba) para não realizar queima de fogos neste fim de ano é inusitada. Além da queda na arrecadação, o prefeito Joni Marcos Buzachero (PSDB) afirma que a medida foi tomada “em respeito à sensibilidade auditiva dos animais”.

A proibição de fogos de artifício em eventos é um pedido antigo de entidades envolvidas com animais em todo o País, além de tutores de cães e gatos. O barulho deixa os animais muito estressados e até doentes. Na região de Araçatuba, esta é a primeira vez que uma prefeitura atende este tipo de solicitação, e torna isso público.

Debate

Em nota divulgada na segunda-feira (21) no site oficial da Prefeitura, Joni alega que o assunto foi debatido com integrantes da recém-formada Apaca (Associação Protetora dos Animais de Castilho). A entidade, informa a assessoria do tucano, “condena veementemente o uso de fogos de artifício, cujo barulho causa grande dor aos animais”.

Sócia-fundadora e futura presidente da associação, a cabeleireira Luciana Claudino recebeu a notícia sobre a decisão do prefeito com satisfação. “Nós, da Apaca, concordamos em absoluto com esta decisão e apoiamos a medida, pois sabemos o quanto os animais sofrem nestas épocas de festas”, afirmou ela, segundo divulgou a Prefeitura.

Responsabilidade

Sobre a crise financeira no município, Joni pede tranquilidade à população. “Estamos agindo com responsabilidade, evitando gastos dispensáveis de forma preventiva, pois nossa administração é consciente. A população de Castilho pode ficar tranquila, pois todos os serviços essenciais continuam sendo mantidos”, declarou.

“É um momento de grave perspectiva e não sabemos como as finanças ficarão no ano que vem, se os repasses cairão ainda mais ou se estabilizarão, mas todas as expectativas têm sido pessimistas”, finalizou o prefeito.

Fonte: Folha da Região


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

VIOLÊNCIA INJUSTIFICADA

ASSASSINATO BRUTAL

EXEMPLO

AGROPECUÁRIA

POVOS ORIGINÁRIOS

FINAL FELIZ

DOR E SOFRIMENTO

DESUMANIDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>