Campanha "Paquetá sem Charretes" dá mais um passo à frente


Divulgação
Divulgação

Uma reunião ocorrida ontem (16) entre os membros da Comissão de Proteção e Defesa dos Animais da OAB/RJ, e os integrantes da Associação de Charreteiros de Paquetá, selou definitivamente o destino das charretes da Ilha.

No encontro, foi assinado o Protocolo de Intenções e Acordo entre a Charretur, Associação de Charreteiros de Paquetá , representada por Jorge Rosas e a Comissão de Proteção e Defesa dos Animais da OAB/RJ, através do presidente Reynaldo Velloso, em que ficam estabelecidos critérios para as substituições das charretes de Paquetá por veículos elétricos.

A campanha deverá ser feita no padrão internacional, quando arrecadações vultuosas resolvem os problemas diversos nos casos considerados insolúveis, incapazes de serem resolvidos pelo poder público, devido ao alto custo e ausência de mobilização.

Como seria a campanha

Velloso afirmou que longe de ser um sonho, o projeto é perfeitamente viável. Constará de uma ampla campanha, com apoio sócio-responsável da mídia, com a supervisão do Ministério Público na arrecadação e na compra dos equipamentos e ainda comportaria a parceria com o SENAC, com expertise em cursos de capacitação. O empresariado também será abordado para apoiar o Projeto.

“O que precisamos é acabar com a “herança do chicote”. Uma nova vida surgiria para eles, dentro do próprio slogan do SENAC, que é “ Profissionalizando pessoas. Transformando vidas,” finalizou Velloso.

Por fim, a regularização seria resolvida dentro dos trâmites legais e um documento seria redigido proibindo que no futuro novas charretes fossem implantadas na região.

Nesta reunião inicial, a posição unânime por parte dos profissionais da Ilha pelo fim das charretes, facilitou o entendimento no sentido de construir a parceria com a Comissão da OAB, que inclusive propôs a criação futura da Associação de Transportes Turísticos da Ilha de Paquetá, de acordo com as normas e regulamentos do Poder Público.

“Será o fim dos cavalos escravos, que irão para santuários particulares, o início de uma nova era para esta região e a transformação decisiva na vida das pessoas. Vamos agora articular as parcerias, avançar no planejamento e pragmatizar as ações”, disse o presidente da CPDA/OAB.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

INESPERADO

ASCENSÃO

GRATIDÃO

INDEFESAS

VIDA NOVA

ETERNIZADO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>