ONG protesta contra morte de gatos na UFMG


Cruzes na Fafich simbolizaram a morte dos animais (foto: Marina Passos)
Cruzes na Fafich simbolizaram a morte dos animais (foto: Marina Passos)

Um protesto da ONG BastAdoar chamou a atenção de alunos e funcionários da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas (Fafich) da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), na manhã desta terça-feira, na Pampulha, em Belo Horizonte. O ato é uma resposta contra a morte de 16 gatos nos últimos dias.

Segundo Mirian Chrystus, diretora de comunicação da ONG, foi feita uma panfletagem, denunciando a matança dos animais, e 16 cruzes pintadas com tinta vermelha foram presas em uma das entradas da faculdade. Além disso, a ONG afixou duas faixas pretas no prédio em sinal de luto pela morte dos felinos.

Não é a primeira vez que gatos são mortos na Fafich. Mirian Chrystus relatou que somente neste ano outros 16 animais foram encontrados sem vida nas dependências da Fafich. “Dois laudos foram feitos pela escola de veterinária, que indicam que houve ação humana. Fizemos dois boletins de ocorrência e vamos fazer mais um”, disse.

Mirian admitiu que a presença dos animais no campus gera transtornos e defendeu a adoção de medidas que preservem a vida dos animais. Segundo a ativista, grande parte dos felinos que vive na faculdade é abandonada pelos tutores.

A diretora da ONG informou que a organização vai se reunir nos próximos dias com a direção da UFMG para tratar do assunto. “Defendemos a instalação de câmeras, investigação e punição dos responsáveis”.

Fonte: Estado de Minas


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

EXTINÇÃO

SONHO REALIZADO

CARIBE

POLÍTICA AMBIENTAL

SÃO PAULO

AÇÃO HUMANA

TRAGÉDIA

MASSACRE

ESTUDO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>