Whole Foods é acusada de crueldade contra perus de Dia de Ação de Graças


Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Reprodução
Reprodução

Pouco antes do Dia de Ação de Graças, um grupo de ativistas alegou ”condições terríveis” em uma fazenda que fornecia peru ao mercado Whole Foods – também denunciaram que a fazenda e só uma pequena parcela das alegações ilusórias da rede sobre o bem-estar dos animais que fornecem ao consumidor.

Em um relatório titulado “Banquete Fatal: O que não te contam sobre o seu peru de Thanksgiving” um grupo de defesa chamado Ação Direta em Todos os Lugares, mais conhecidos como DxE , alegou que a Diestel Turkey Ranch mantinha uma fazenda de produção aparentemente perfeita com aproximadamente 400 animais em Sonora, Calif. Segundo o grupo a fazenda era considerada “+5″ em um sistema de avaliação do bem-estar animal adotado pela Whole Foods. ( ”1” sendo a classificação mais baixa para fornecedores que querem ser certificados: ”ausência de gaiolas, caixas ou super lotação.” ”+5″ sendo a mais alta: “foco nos animais, nascidos e criados na mesma fazenda” com acesso extensivo à área externa.

Reprodução
Reprodução

“Nenhum peru criado na fazenda +5 de Sonora são na realidade vendidos à Whole Foods ou qualquer outro lugar, ” declarou a DxE. “A Diestel Turkey Ranch, que recebeu a avaliação mais alta de bem-estar animal da Whole food, opera uma fazenda em Sonora que é altamente promovida no marketing da companhia e descrita como “humanitária”; no entanto, a fazenda mostruário não cria nenhum animal para ser vendido”. A DxE disse que os animais da Diestel, que podem ser vendidos por quantias de três dígitos na Whole foods, vêm de uma instalação maior em Jamestown, Calif. Após visitarem o lugar, avaliado como “3” no sistema da Whole Foods, o grupo declarou ter encontrado: perus em celeiros imundos e superlotados; ar denso com amônia, partículas de penas e de fezes secas; aves lânguidas ou mortas; aves presas em fezes que cobriam a maior parte do chão, chegando até 15cm de altura; várias aves com feridas abertas e hematomas; registros da Diesel mostrando até 7% das aves morrendo em uma única semana.

Veja a seguir o vídeo, com imagens fortes:

*É permitida a reprodução total ou parcial desta matéria desde que citada a fonte ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais com o link. Assim você valoriza o trabalho da equipe ANDA formada por jornalistas e profissionais de diversas áreas engajados na causa animal e contribui para um mundo melhor e mais justo.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AÇÃO SOCIAL

AÇÃO SOCIAL

PRECAUÇÃO

ÍNDIA

ESTUDO

ÓRFÃO

ARTIGO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>