Enfermeira faz protesto após autoridades executarem seu cão


(da Redação)

Foto: Pierre-Philippe Marcou/AFP
Foto: Pierre-Philippe Marcou/AFP

Teresa Romero foi às ruas de Madrid, na Espanha, na última semana junto com dezenas de outros manifestantes para lembrar de seu amado Excalibur.

O cão foi morto há um ano por autoridades sanitárias espanholas após sua tutora contrair Ebola. O protesto foi um dos 18 organizados pelo partido de direitos animais espanhol, Pacma.

Dezenas de manifestantes se reuniram, alguns trazendo seus próprios cães, e carregando cartazes com frases como “Excalibur, não vamos esquecer de você”.

Excalibur, um Staffordshire Terrior Americano, foi induzido a morte quando sua tutora tornou-se a primeira pessoa fora da África Ocidental a contrair Ebola.

Enfermeira no Hospital Carlos III, em Madrid, Teresa estava tratando dois missionários espanhóis que vieram da África e acabaram morrendo.

Na época, autoridades sanitárias espanholas foram criticados por sua reação apressada.

O especialista mundial do vírus, Eric Leroy, chegou a afirmar que “o cão não deveria ter sido morto.”

Durante a manifestação, de acordo com o The Local, Teresa fez um apelo para que essa situação não se repita.

“Ele era como o filho que nunca tivemos. Vamos continuar pedindo justiça para uma morte que nunca deveria ter acontecido”, disse Javier Limon, parceiro de Teresa.

O Pacma clamou por uma instalação de biossegurança máxima que permitiria que os animais fossem mantidos em quarentena e pediu que a Espanha de matar cães que supostamente seriam portadores do vírus ebola.

Teresa foi posta em quarentena depois de contrair a doença e passou por um tratamento com plasma sanguíneo de um sobrevivente da Ebola e com medicamentos antivirais. Ela teve alta no início de novembro de 2014.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PRESERVAÇÃO

DESESPERO

CONSOLO

CALIFÓRNIA

ANGÚSTIA

COMPANHIA

VIOLÊNCIA INJUSTIFICADA

ASSASSINATO BRUTAL

EXEMPLO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>