Mais um peixe-boi é devolvido à natureza em Alagoas


Foto: Assessoria
Foto: Assessoria

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) fez mais uma soltura de peixe-boi marinho (Trichechus manatus) em Porto de Pedras (AL), no interior da Área de Proteção Ambiental (APA) Costa dos Corais. A soltura aconteceu na última terça-feira (29).

A atividade está listada no Plano de Ação Nacional para Conservação dos Sirênios (PAN Sirênios) e faz parte da estratégia de reintroduzir peixes-boi como forma de reconectar duas populações isoladas e proporcionar o fluxo gênico, reduzindo as chances de extinção da espécie.

A soltura foi a terceira deste ano. Este é o 41° peixe-boi marinho devolvido à natureza no Brasil. A APA Costa dos Corais é o único sítio de soltura atualmente em operação.

Os peixes-boi marinhos são classificados como “ameaçados”. Sua população na natureza é estimada em mil indivíduos, distribuídos no litoral que vai de Alagoas ao Amapá. A perda de habitat e o encalhe de filhotes são as principais ameaças à espécie.

Monitoramento

A fêmea solta foi apelidada de Branca. Ela recebeu um rádio GPS que proporcionará o acompanhamento de sua adaptação ao ambiente e auxiliará nas pesquisas sobre a espécie e na formulação de ações de redução das ameaças.

A soltura foi realizada pelo Programa Peixe-boi/ICMBio, executado pelo Centro Nacional de Pesquisa e Conservação dos Mamíferos Aquáticos (CMA), Centro Nacional de Pesquisa e Conservação da Biodiversidade Marinha do Nordeste (Cepene) e APA Costa dos Corais.

O projeto realiza ações de regaste, reabilitação e reintrodução dos filhotes encalhados e conta com apoio financeiro da Fundação Toyota do Brasil e da Fundação SOS Mata Atlântica por meio do Projeto Toyota APA Costa dos Corais.

Cerca de 40 alunos de escolas públicas de Porto de Pedras acompanharam a soltura. Esses eventos aguçam a curiosidade das crianças e possibilitam diversas de atividades didáticas e de educação ambiental, contribuindo para a formação de cidadãos mais conscientes.

O peixe-boi Branca

Branca encalhou na Praia de Areias Alvas, no município de Grossos (RN) em 19 de setembro de 2011 e foi resgatada pela equipe do PCCB/UERN com o apoio dos técnicos da Associação de Pesquisa e Preservação de Ecossistemas Aquáticos (Aquasis).

As duas equipes realizaram tentativas de busca por peixes-boi adultos nas áreas próximas ao encalhe do filhote, a fim encontrar a suposta mãe e, assim, poder realizar a tentativa de reintrodução imediata.

Depois de esgotadas as tentativas, todas sem sucesso, o animal foi translocado para as instalações da Aquasis, onde permaneceu até o filhote obter uma estabilização clínica e poder seguir para o centro de reabilitação do CMA/ICMBio, localizado na Ilha de Itamaracá (PE).

Em abril de 2014, Branca foi transportada para o estuário do rio Tatumunha em Porto de Pedras (AL), onde permaneceu em processo de aclimatação ao ambiente.

No cativeiro de aclimatação, o peixe-boi pode se adaptar a variações de maré e salinidade e, ainda, aprender a se livrar das raízes de mangue e a conviver com outros organismos, aumentando, assim, suas chances de sobrevivência após a soltura.

Fonte: Tribuna Hoje


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AGRESSÃO BRUTAL

INSTINTO

VIDA NA RUA

RESPEITO E AFETO

FINAL FELIZ

TRISTEZA

PUNIÇÃO

MAUS-TRATOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>