Saúde, força e ética

Novo recorde de ultramaratonista comprova alto rendimento de veganos no esporte

O ultramaratonista norte-americano e vegano Scott Jurek conquistou recentemente a quebra do recorde do Appalachian Trail como a pessoa mais rápida a terminar o percurso. A organização do evento diz...

168

03/08/2015 às 17:00
Por Redação

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Por Alex Avancini (da Redação)

maratonista

O ultramaratonista norte-americano e vegano Scott Jurek conquistou recentemente a quebra do recorde do Appalachian Trail como a pessoa mais rápida a terminar o percurso.

A organização do evento diz que cerca de 2.500 pessoas iniciam o trajeto a cada ano, o qual recomendam ser concluído entre 5 e 7 meses. De acordo com Runners World, o vegano Scott Jurek completou a jornada de 2.189 milhas em 46 dias, 8 horas, e 7 minutos, quebrando o recorde anterior – com pouco menos de três horas – de Jennifer Davis Pharr, com a marca de 46 dias, 11 horas e 20 minutos.

11372280_898279826886787_217992492_n

Foto: Divulgação

O ultramaratonista de 41 anos, vegetariano desde 1997 e vegano desde 1999, iniciou a prova no dia 27 de maio e percorreu mais de 3.500 km, passando por 14 territórios nos Estados Unidos. O atleta acredita que a conquista seja uma de suas últimas façanhas, já que, a partir de agora, começa a pensar em sua aposentadoria.

Reconhecido como um dos melhores ultramaratonistas do país, o currículo de Jurek inclui vitórias em quase todas as corridas de ultramaratona de prestígio nos Estados Unidos, entre elas: vencedor sete vezes consecutivas do Western States Endurance, duas vezes do Badwater ultramarathons, uma vez do Hardrock Hundred Mile Endurance run, e um vice no Leadville Trail 100.

O atleta é ainda autor do livro Eat & Run, no qual fala em detalhes sobre sua carreira e vida pessoal como atleta de elite vegano e procura inspirar corredores de todos os níveis a seguir seu exemplo. Em seu site oficial, Jurek se coloca como um fervoroso defensor dos direitos animais. Ele é apenas um na grande lista de atletas de elite que adotaram um estilo de vida vegano e dão exemplo no esporte. Junto a ele estão Juliana Sproles, Patrik Baboumian, Carl Lewis, Rich Roll e Mac Danzig, provas vivas de que é possível prosperar em dietas à base de plantas e manter alto rendimento dentro de competições esportivas.

Outros atletas veganos no Brasil e no mundo

Recentemente, o  fisiculturista vegano Felipe Garcia do Carmo conquistou o 1° lugar da categoria Class 1 (acima de 1.79m) no II Campeonato de Fitness e Musculação, realizado em Mairinque, no interior de São Paulo.

O também fisiculturista brasileiro Paulo Victor, mais conhecido com Paru, conquistou o segundo lugar na 15ª edição do Campeonato Baiano de Fisiculturismo, realizado no centro de convenções da Bahia. O evento contou com 25 categorias distribuídas por idade, sexo e porte físico e, ao todo, teve 150 atletas concorrentes.

Em janeiro deste ano, dois atletas da Equipe Multiesportista Força Vegana participaram da prova BR135+, considerada, entre os praticantes da modalidade, como a prova contínua mais difícil do Brasil, na qual conquistaram importantes resultados. Com 100 atletas participantes, apenas 9 conseguiram completar todo o percurso, e José Luiz Da Silva Neto e Éber Valentim foram os representantes veganos da competição, obtendo o quarto e sexto lugares respectivamente.

Dentro do atletismo, Carl Lewis é um dos atletas veganos mais conhecidos no mundo dos esportes. Conquistou 10 medalhas olímpicas, entre elas, nove de ouro e uma de prata. No Campeonato Mundial de Atletismo, obteve oito medalhas de ouro, uma de prata e uma de bronze. Carl é vegano desde 1990 e mostrou ao mundo a possibilidade de se obter excelentes resultados não consumindo nenhum produto de origem animal.

Jim Morris, fisiculturista norte-americano, é mundialmente conhecido por ganhar competições ao longo de uma carreira de trinta anos. Entre seus títulos estão: Mr. EUA (1972), AAU Mr. América (1973), Mr. Internacional (1974), e Mr. Olympia Master para atletas maiores de 60 anos (1996).

Outros nomes são: Jack Linquvist no ciclismo, Keith Holmes no boxe, Fiona Oakes como maratonista, Georges Laraque no hockey de gelo, Patrik Baboumian no fisiculturismo, Patrick J. Neshek no baseball, Brendan Brazier no triathlon, Meagan Duhamel na patinação, Venus e Serena Williams no tênis, entre muitos outros.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.